Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

10 Maio de 2017 | 02h07 - Actualizado em 10 Maio de 2017 | 07h06

Moxico: Pais apelados a desparasitar os filhos

Luena - A directora clínica da Maternidade Provincial do Moxico, Rodeth Nele, apelou, terça-feira, na cidade do Luena, os pais a desparasitar os filhos, para evitar certas pandemias, com destaque para o oxiúros, doença caracterizada pela fixação da lombriga branca no intestino humano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Rodeth Nele - Directora Cliníca da maternidade Provincial do Moxico

Foto: Kynda Kyungu

Em declarações à Angop, a propósito da situação sanitária na região, a responsável explicou que o oxiúros apresenta como sintomas a falta de apetite, dores de barriga, náuseas e comichão na região do ânus, atingindo pessoas de todas idades.

Acusou certas famílias de recorrerem a tratamentos empíricos e não reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) quando um dos seus membros apresenta sintomas da doença.

"Supostamente para tratarem o oxiúros, certas famílias recorrem a tratamentos duvidosos como a introdução no órgão genital feminino de pó de café, pó de tijolo, ovo e determinadas ervas. Essa prática tem provocado várias consequências como infecções e doenças inflamatórias pélvicas", alertou.

Sem revelar o número de crianças vítimas de tal prática, disse que os visados são na sua maioria menores com idades entre os cinco e os sete anos, que muitas das vezes têm de ser submetidas a cirurgias para curar os males provocados pelo tratamento ilícito.

Apelou à população a evitar a automedicação e consultar sempre um médico perante sinais evidentes da doença.

Assuntos Província » Moxico   Saúde  

Leia também
  • 07/02/2019 18:51:33

    Lançada segunda fase do projecto "Saúde Móvel" no Lubango

    Lubango - A organização não governamental People In Need lançou hoje, quinta-feira, no Lubango, província da Huíla, a segunda fase do projecto Saúde Móvel.

  • 07/02/2019 18:26:03

    Campanha contra schistosomíase longe da meta em Malanje

    Malanje - Apenas 19 mil e 202 crianças dos 5 aos 15 anos de idade, das 114 mil e 164 inicialmente previstas, foram desparasitadas contra a schistosomíase, no município de Malanje, durante a campanha contra a doença decorrida de 25 a 27 de Janeiro deste ano.

  • 07/02/2019 18:01:23

    Sindicato da saúde ainda descontente com o salário mínimo

    Huambo - A reivindicação do aumento salário mínimo nacional constitui uma das prioridades, para este ano, do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Administração Pública e Serviços, em prol da melhoria das condições de vida das pessoas que o auferem, apesar da recém actualização.

  • 06/02/2019 23:55:01

    Aumentam casos de VIH/SIDA em Cacuso

    Malanje - Quarenta e quatro casos de VIH/SIDA foram registados nas unidades sanitárias do município de Cacuso, província de Malanje, em 2018, representando um aumento de 35 notificações em relação a 2017.