Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

20 Maio de 2017 | 02h33 - Actualizado em 20 Maio de 2017 | 02h32

Moxico: Técnicos de saúde esclarecidos sobre direitos humanos

Luena - Mais de cinquenta técnicos de saúde do Hospital Provincial do Moxico foram esclarecidos, sexta-feira, no Luena, sobre a necessidade de se observar os direitos humanos como garantias dos cidadãos, no exercício da profissão, durante uma palestra promovida pela Associação Mãos Livres.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Enfermeiros Participam na Palestra sobre Direitos Humanos

Foto: kinda kyungu

Moxico: Prelector, Ernesto Guilherme

Foto: kinda kyungu

Falando no evento, o coordenador da referida associação e prelector ao certame, Ernesto Guilherme, disse que os direitos humanos são um conjunto de garantias estabelecidas pela lei, de formas a harmonizar o conjunto de responsabilidades constitucionais, a favor de cada cidadão.

Explicou que o respeito aos direitos humanos é uma obrigação de cada cidadão e, em especial, dos responsáveis e representantes do Estado, de formas a promover o respeito pela dignidade humana que constitui a pré-condição para a paz, tranquilidade, democracia e desenvolvimento.

Ernesto Guilherme lembrou aos técnicos que saúde significa o estado de normalidade do funcionamento do organismo, e que para se atingir tais metas não basta se ter medicamentos, mas sim, amor ao próximo.

Para tal, exortou os técnicos a observarem os direitos e deveres dos seus pacientes no exercício das suas funções, como forma de garantir qualidade de vida às sociedades e às novas gerações, uma vez que a vida é o “bem mais precioso que existe”.

O director de enfermagem da unidade hospitalar, Fernando Paulo, participante da palestra disse que os esclarecimentos sobre os direitos humanos deixa os técnicos mais preparados para a difícil tarefa de salvar vidas.

Já o director do hospital, Bento Calala, louvou o gesto da associação e solicitou que iniciativas do género sejam promovidas com frequência, de formas a despertar a sociedade sobre a importância dos direitos humanos.

A associação Mãos Livres, que defende a promoção dos direitos humanos, desenvolve uma série de palestras, com enfoque para os direitos humanos nas unidades hospitalares, com vista a consciencialização dos técnicos sobre a necessidade de humanizar os serviços de saúde e o respeito pela vida humana.

Assuntos Província » Moxico   Saúde  

Leia também
  • 18/05/2017 15:40:46

    Moxico: Mais de 100 gestantes com VIH/Sida na província

    Luena - Cento e 27 gestantes foram diagnosticadas com VIH/Sida, na província do Moxico, durante o I trimestre do ano em curso, informou hoje, quinta-feira, no Luena, a chefe da Secção Provincial da Saúde Pública, Controlo de Grandes Endemias do Moxico, Ana Amaral.

  • 18/05/2017 11:03:03

    Huíla: Autoridades sanitárias do Cuvango registam aumento de casos de mal nutrição

    Cuvango - Dois mil e 373 casos de mal nutrição, com quatro óbitos foram, no primeiro trimestre deste ano, registados no município do Cuvango, 345 quilómetros a leste da cidade do Lubango, província da Huíla, pelas autoridades sanitárias local.

  • 17/05/2017 18:37:48

    Huíla: Parteiras tradicionais em formação sobre registo de nascimento

    Lubango - Cinquenta parteiras tradicionais do Lubango, província da Huíla, iniciaram hoje, quarta-feira, nesta cidade, uma acção formativa sobre registo de nascimento, numa acção conjunta entre a Associação Nacional Parteiras Tradicionais e Ministério da Família e Promoção da Mulher.