Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

11 Setembro de 2017 | 15h13 - Actualizado em 11 Setembro de 2017 | 15h12

Cuando Cubango: Administradores auguram melhoria da assistência médica

Menongue - Os administradores municipais de Menongue, Calai e Cuchi, na província do Cuando Cubango, manifestaram o seu optimismo na melhoria da assistência médica às populações locais, com a colocação de 23 novos médicos nas suas circunscrições.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Doentes num dos Bancos de Urgência

Foto: Pedro Parente/Arquivo

Médicos em serviço

Foto: António Lourenço

Os administradores mostraram essa posição em declarações à imprensa, depois da apresentação de 23 novos médicos para o Cuando Cubango, enquadrados recentemente pelo Ministério da Saúde, em acto orientado pelo governador da província, Padro Mutindi.

O administrador de Menongue, Fernando Cassanga, disse constituir motivo de grande orgulho e satisfação o facto de a sua municipalidade ter sido abrangido com maior “fatia” de médicos, num total de 11, porquanto "são os angolanos que vão cuidar dos seus próprios irmãos".

Disse que os médicos vão, prioritariamente, atender o Hospital Municipal de Menongue, pelo que para as comunas do Missombo, Caiundo e Jamba Cueio vai depender da criação de condições de acomodação dos médicos.

O município de Menongue tem mais de 300 mil habitantes

Já a administradora do Cuchi, Verónica Mutango Adolfo, informou que mais três médicos vão trabalhar na municipalidade, tendo já se inteirado das condições para a sua devida acomodação. Ressaltou ser um "grande ganho" para o ramo da saúde que precisa, a todo momento, de quadros.

Cuchi contava apenas com um médico, perfazendo agora quatro que ainda constituem uma “gota no oceano", tendo em conta a demanda populacional do município, estimada em mais de 44 mil habitantes.

A responsável que reconheceu ser uma iniciativa que vai satisfazer paulatinamente as necessidades das populações, precisando que nas comunas de Cutato, Tchinguandja e Vissate, com um total de 12 postos médicos e um hospital municipal, são necessários 20 médicos e mais enfermeiros, numa primeira fase.

Calai, fronteiriço com a Namíbia, na faixa sul do Cuando Cubango, ganhou três médicas para serviços internos gerais, que vão atender uma população estimada em 20 mil 642 habitantes.

A par dos 23 médicos apresentados e que vão trabalhar nos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Cuchi, Calai, Nankova, Dirico e Rivungo, com excepção de Mavinga e Cuangar, a província do Cuando Cubango irá receber routros 23 médicos, em breve, numa 2ª fase.

  

Leia também
  • 11/09/2017 17:23:49

    Bié: Província recebe 36 novos médicos

    Cuito - Trinta e seis novos médicos, que vão reforçar assistência sanitária nas unidades hospitalares da província do Bié, foram apresentados aos membros do Governo Provincial hoje, segunda-feira, no Cuito, durante um encontro orientado pelo governador Álvaro Manuel de Boavida Neto.

  • 11/09/2017 05:56:20

    Cuando Cubango conta com novos médicos

    Menongue - A província do Cuando Cubango conta com novos médicos apresentados oficialmente domingo, em Menongue, pelo governador local, Pedro Mutindi, como reforço ao sistema de melhoria contínua da assistência médica às populações.

  • 09/09/2017 14:45:52

    Cuando Cubango: Campanha contra malária decorre em Calai

    Calai - Uma campanha de combate à malária, virada para a saúde preventiva, distribuição de mosquiteiros, decorre actualmente, no município do Calai, Cuando Cubango, com duração de dois anos, numa promoção da Direcção Municipal da Saúde.