Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

01 Novembro de 2018 | 12h27 - Actualizado em 01 Novembro de 2018 | 12h27

Crianças com patologias diversas enviadas para Alemanha

Lubango - Vinte e duas crianças dos zero aos 11 anos de idade da província da Huíla seguiram viagem hoje, quinta-feira, de Luanda à República Federativa da Alemanha para beneficiarem de tratamento médico nas especialidades de cirurgia plástica, ginecologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, cardiologia e osteomielite, durante um ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Abel Chico Joaquim - director do INAC

Foto: JOSÉ KRITHINAS (arquivo)

O projecto é financiado pelos Governos de Angola e da Alemanha e a ONG Kimbo Liombembwa desde 2001, que prevê duas viagens anuais para tratar crianças com problemas ortopédicos, oftalmológicos, dermatológicos, queimaduras e alguns tipos de malformação congénita, seleccionadas em todo o país.

A informação foi avançada no Lubango pelo director do Instituto Nacional da Criança (INAC) na Huíla, Abel Chico Joaquim, parceiros do projecto, afirmando que os menores antes de serem enviados para a Alemanha em tratamento, passaram por uma triagem médica, na capital do país.

Declarou terem a previsão de receber nos próximos dias 11 crianças de zero aos 11 anos de idade que partiram para o mesmo país em 2017, já recuperadas para serem inseridas nas suas famílias.

A bolsa de saúde alemã a nível do país já beneficiou mais de duas mil crianças, das quais mais de cem são provenientes da província da Huíla.

 

Leia também
  • 05/02/2019 18:39:07

    Mais de vinte e oito mil mulheres aderem ao planeamento familiar

    Lubango - Vinte oito mil e 264 novas mulheres em idade fértil aderiram ao Programa de Planeamento Familiar em 2018 nas diversas unidades hospitalares da província da Huíla, um aumento de treze mil e 57 pacientes em relação a 2017.

  • 05/02/2019 14:08:39

    Doenças à espreita nos mercados a céu aberto

    Luanda - Frequentados há mais de 20 anos, os mercados a céu aberto ganharam o "rótulo" de principal ponto de venda de produtos a retalho em Luanda, essencialmente os do ramo alimentar. Todos os dias, atraem milhares de clientes, em busca de diversidade e baixos preços.

  • 02/02/2019 23:37:11

    Município de Kimbele ganha hospital de referência

    O município de Kimbele que dista a 261 quilómetros da cidade do Uíge, sede capital da província, conta com um novo hospital de referência, inaugurado este sábado, pelo governador local Mpinda Simão.

  • 01/02/2019 15:36:21

    Governador quer mais médicos na periferia

    Luanda - O governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova, recomendou, nesta sexta-feira, o reforço do número de médicos no centro de saúde km12A, município de Viana, com vista a dar melhor resposta às solicitações dos utentes.