Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

14 Março de 2018 | 16h26 - Actualizado em 14 Março de 2018 | 17h26

Hospital materno-infantil precisa mais técnicos

Dundo - O número de médicos, um total de 25, que funcionam no Hospital Materno-infantil do Dundo, província da Lunda Norte, está aquém do desejado, segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente da República, João Lourenço, visita Hospital Materno Infantil da Província da Lunda Norte

Foto: Francisco Miudo

Por altura da inauguração da unidade, em Agosto de 2017, a expectativa era que o Hospital Materno-infantil recebesse técnicos de outras unidades hospitalares da província e da Escola Técnica de Saúde, cujas obras de construção registam atraso.

A governante falava à imprensa, à margem da jornada de campo do Presidente da República, João Lourenço, a empreendimentos produtivos e sociais na cidade do Dundo, que incluiu os centros Materno-infantil, de Diagnóstico e as obras da Escola Técnica de Saúde.

Sobre o Centro de Diagnóstico, Sílvia Lutucuta disse que debate-se com a falta de equipamentos, situação que obriga o sector a buscar formas alternativas de financiamento para ultrapassar essa dificuldade.

Em relação à Escola Técnica, informou que depende administrativamente do Ministério da Educação. A ligação com o Ministério da Saúde é apenas a parte curricular.

Trata-se de uma unidade que está projectada para ter 19 salas de aulas, cinco laboratórios e internato para 120 alunos. 

Leia também
  • 05/02/2019 18:39:07

    Mais de vinte e oito mil mulheres aderem ao planeamento familiar

    Lubango - Vinte oito mil e 264 novas mulheres em idade fértil aderiram ao Programa de Planeamento Familiar em 2018 nas diversas unidades hospitalares da província da Huíla, um aumento de treze mil e 57 pacientes em relação a 2017.

  • 05/02/2019 14:08:39

    Doenças à espreita nos mercados a céu aberto

    Luanda - Frequentados há mais de 20 anos, os mercados a céu aberto ganharam o "rótulo" de principal ponto de venda de produtos a retalho em Luanda, essencialmente os do ramo alimentar. Todos os dias, atraem milhares de clientes, em busca de diversidade e baixos preços.

  • 02/02/2019 23:37:11

    Município de Kimbele ganha hospital de referência

    O município de Kimbele que dista a 261 quilómetros da cidade do Uíge, sede capital da província, conta com um novo hospital de referência, inaugurado este sábado, pelo governador local Mpinda Simão.

  • 01/02/2019 15:36:21

    Governador quer mais médicos na periferia

    Luanda - O governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova, recomendou, nesta sexta-feira, o reforço do número de médicos no centro de saúde km12A, município de Viana, com vista a dar melhor resposta às solicitações dos utentes.