Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

05 Setembro de 2018 | 15h12 - Actualizado em 05 Setembro de 2018 | 15h12

População aconselhada a reforçar cuidados primários de saúde

Chitembo - A população do município do Chitembo foi aconselhada terça-feira, a reforçar os cuidados primários de saúde para combater as doenças, com destaque a malária, doenças diarreicas e respiratórias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Daniel Mucanda - Administrador do município do Chitembo

Foto: Rosário dos Santos

Em declarações à Angop, o administrador municipal do Chitembo, Daniel Mucanda, fez saber que para mudar o quadro, administração local, através do sector da saúde, tem realizado desde o mês de Agosto deste ano, campanhas para mobilizar a população para o combate a lixo e outros locais que facilitam a reprodução do mosquito causador da malária e outras bactérias nocivas ao homem.

Estão envolvidos nas campanhas de sensibilização mais de 100 jovens, que orientam as famílias para queimar ou enterrar o lixo, desinfetar a água antes de consumir, lavar as frutas, verduras com água tratada, usar mosquiteiro tratado, limpeza da casa, manter a higiene corporal. sobretudo nas crianças.

Chitembo, situado  150 quilómetros a sul do Cuito (Bié), sector da saúde no município, controla 17 hospitais, onde labutam 247 funcionários, sendo três médicos nacionais, quatro técnicos superiores de enfermagem, 44 enfermeiros 82 auxiliares, 118 trabalhadores de limpeza.

Com uma população 68 mil 581 habitantes, o responsável aponta a malária, doenças respiratórias agudas, doenças diarreicas agudas, gripe, parasitose intestinal, conjuntivite, gastrite, dermatoses, febre tifóide, doenças hipertensivas, anemia, sarampo, diabetes, hepatite infecciosa, cirrose hepática e outras como doenças atendidas ao nível das unidades hospitalares.

Sem avançar o número de pessoas tratadas nos hospitais daquela região, disse que, os cuidados primários de saúde não passam em consultar e dar medicamentos aos pacientes, mais sim, em instruir as famílias de como podem evitar as doenças nas comunidades e reduzir os custos com a medicina curativa.  

Assuntos Província » Bié   Sociedade  

Leia também
  • 05/11/2018 22:22:19

    Igreja pede ao Governo melhorias na assistência médica nos hospitais

    Cuito - Os fiéis da IEIA (Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola) na província do Bié, pediram ao Governo local, maior intervenção quanto a melhoria da assistência médica e medicamentosa e humanizado nas unidades sanitárias, sobretudo no hospital central.

  • 01/11/2018 15:31:09

    Mais de quatro mil pacientes assistidos no centro de reabilitação do Bié

    Cuito - Pelo menos quatro mil 545 pacientes, entre crianças e adultos, com deficiências físicas foram assistidas no centro de reabilitação física, de Janeiro a 31 de Outubro deste ano, informou hoje, quinta-feira, no Cuito, o administrador da unidade, Bertil Afonso Cassoma.

  • 01/11/2018 12:05:05

    Cancro da mama assusta mulheres e exige resposta rápida

    Luanda - Os números assustam os especialistas no país, mas a resposta é cada vez mais urgente para travar a incidência do cancro da mama. O caso não é para menos: cinco em cada 70 mulheres consultadas em Angola são diagnosticadas com esta patologia silenciosa.

  • 31/10/2018 14:32:44

    Higiene bucal previne cárie

    Cuito - A responsável da secção de estomatologia do hospital provincial do Bié, Catarina Cassoma, aconselha as famílias a cuidarem com rigor da higiene bucal, visando prevenir a cárie, sobretudo nas crianças.