Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

10 Setembro de 2018 | 23h19 - Actualizado em 10 Setembro de 2018 | 23h19

Responsável alerta para riscos do sedentarismo

Malanje - O chefe adjunto do banco de urgência de medicina do Hospital Regional de Malanje, Pedro de Brito, apontou hoje (segunda-feira), nesta cidade, o sedentarismo e a obesidade como factores que contribuem para o surgimento das doenças cardiovasculares.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em entrevista à Angop, face ao registo de 34 casos de doenças cardiovasculares durante o fim-de-semana na sua unidade sanitária, o responsável destacou a necessidade de se redobrar os cuidados com os alimentos e realização de exercícios físicos para a prevenção das doenças do coração.

Disse, por outro lado, que outro aspecto que contribui no aumento das doenças cardiovasculares é a ingestão de alimentos muito salgados.

Relativamente às ocorrências, precisou que dos 34 casos registados durante o fim de semana, 30 de hipertensão arterial, 3 acidentes esquémicos e um hemorrágico.

Acrescentou que o banco de urgências registou ainda 107 casos de malária, 43 de febre tifóide, 16 de bronco pneumonia, 10 de diabetes millitus tipo dois e 8 gastrites agudas, com 3 óbitos, dois por insuficiência renal crónica e um por malária complicada.

Enquanto isso, o banco de urgência da maternidade do Hospital Provincial Materno-Infantil realizou 68 partos (mais 8 em relação ao igual período anterior), dos quais 6 na adolescência que resultaram em duas cesarianas, com 4 nados mortos, uma morte materna por routura uterina, segundo deu a conhecer a chefe da referida unidade, Catarina da Glória.

Assuntos Província » Malanje   Saúde  

Leia também