Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

07 Fevereiro de 2019 | 18h51 - Actualizado em 07 Fevereiro de 2019 | 18h51

Lançada segunda fase do projecto "Saúde Móvel" no Lubango

Lubango - A organização não governamental People In Need lançou hoje, quinta-feira, no Lubango, província da Huíla, a segunda fase do projecto Saúde Móvel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Trata-se de um projecto caracterizado pelo envio de mensagens pré-gravadas em voz e escritas através da rede de telefonia móvel Unitel com informações sobre cuidados neonatais e com recém-nascidos.

O projecto, cujo financiamento está avaliado em 30 mil dólares norte-americanos, terá a duração de cinco meses e visa melhorar a saúde materno-infantil, bem como o estado nutricional e reduzir a mortalidade infantil através da promoção de boas práticas de cuidados neonatais, nas províncias da Huíla, Huambo e Bié.

Em declarações à Angop, à margem de um “Workshop” de apresentação dos resultados da primeira fase do referido projecto iniciado em 2015 e concluido em 2018, a chefe de programas da People In Need em Angola, Sandra Fernandes, disse que será desenvolvido no Lubango e Matala (Huíla), Huambo e Caála, assim como Andulo e Cuito (Bié).

Terá duas dimensões, sendo o primeiro o de envio de mensagens de voz para os telemóveis de mães e cuidadores/as de crianças dos zero até aos seis meses de idade, residentes em áreas urbanas e periurbanas, enquanto o segundo passo cingir-se-á a capacitação de parteiras tradicionais com finalidade de apoiar a integração e coordenação das mesmas pelos serviços públicos de saúde.

“Vamos trabalhar com os técnicos dos gabinetes provinciais de saúde, direcções municipais do sector, departamentos da Família e Promoção da Mulher, incluindo da sociedade civil, com o apoio das igrejas e autoridades tradicionais para ajudar na divulgação do projecto de mensagens de voz e escritas em português e umbundo na perspectiva de salvar vidas humanas”, disse.

A People In Need é uma organização não-governamental Checa que fornece assistência humanitária e de desenvolvimento em mais de 20 países. Em Angola trabalha desde 2006, nos sectores da educação, agricultura, nutrição, saúde comunitária e desenvolvimento sustentável, assim como saneamento e género, ao passo que, na região norte e sul actua nas províncias da Huila, Huambo, Bié e Lunda Norte.

Leia também
  • 07/02/2019 18:26:03

    Campanha contra schistosomíase longe da meta em Malanje

    Malanje - Apenas 19 mil e 202 crianças dos 5 aos 15 anos de idade, das 114 mil e 164 inicialmente previstas, foram desparasitadas contra a schistosomíase, no município de Malanje, durante a campanha contra a doença decorrida de 25 a 27 de Janeiro deste ano.

  • 07/02/2019 18:01:23

    Sindicato da saúde ainda descontente com o salário mínimo

    Huambo - A reivindicação do aumento salário mínimo nacional constitui uma das prioridades, para este ano, do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Administração Pública e Serviços, em prol da melhoria das condições de vida das pessoas que o auferem, apesar da recém actualização.

  • 06/02/2019 23:55:01

    Aumentam casos de VIH/SIDA em Cacuso

    Malanje - Quarenta e quatro casos de VIH/SIDA foram registados nas unidades sanitárias do município de Cacuso, província de Malanje, em 2018, representando um aumento de 35 notificações em relação a 2017.