Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

12 Fevereiro de 2019 | 11h37 - Actualizado em 12 Fevereiro de 2019 | 12h41

INEMA conta com três postos avançados

Luanda - Quatro postos avançados para emergências médicas estão montados ao longo de três estradas: em Kifangondo, no KM 44 e no Benfica, para facilitar o acesso aos sinistrados, principalmente por acidentes de viação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ambulância de um Posto avançado do INEMA

Foto: Cortesia de Rosária Fortunato

Em declarações à Angop, o coordenador adjunto de enfermagem do Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA), Nelson Tiago, informou que cada posto funciona com duas ambulâncias equipadas com suporte avançado de vida, um médico, dois enfermeiros e um motorista especializado.

Acrescentou que estes postos são accionados para acudir até uma determinada zona limítrofe da província de Luanda com outras, por isso, foram montadas nas estradas nacionais. Daí em diante, a província vizinha é responsável em caso de um sinistro.

Entretanto, equipas do INEMA estiveram envolvidas na operação de resgate das vítimas do acidente de viação ocorrido na província do Cuanza norte, com dois helicópteros cedidos pela Força Aérea, seis ambulâncias com suporte avançado, dois médicos, 17 enfermeiros e seis motoristas especializados.

Segundo Nelson Tiago, durante a operação, foram transferidos sete pacientes para Luanda, com traumas diversos, sendo três casos críticos, devido a traumas crânio-encefálico, fracturas dos membros superiores e inferiores. De realçar que entre estes estão duas mulheres grávidas.

Acrescentou que, em Luanda, os doentes foram primeiramente atendidos no hospital David Bernardino, onde foram submetidos ao exame de Tomografia Axial computarizada (TAC) e, segundo critérios de internamento, foram internados em três unidades terciárias.

Assim, quatro doentes foram evacuados para o hospital Josina Machel, dois para o Américo Boavida e um para o hospital Militar de Luanda.

Nelson Tiago sublinhou que a pronta intervenção da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, quanto ao envolvimento de helicópteros especializados na operação de resgate das vítimas, foi crucial para a sobrevivência dos feridos.

O INEMA conta com 104 ambulâncias com suporte avançado e básico, 478 técnicos, sendo 33 médicos,  32 enfermeiros licenciados , 128 médios e 104 auxiliares, 116 motoristas especializados, 19 telefonistas, entre outros.

Assuntos Serviços de saúde  

Leia também