Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

11 Fevereiro de 2019 | 20h21 - Actualizado em 11 Fevereiro de 2019 | 20h28

Responsável solicita humanização nos serviços médicos

Ondjiva - O presidente da Ordem dos Enfermeiros de Angola (OEA) na província do Cunene, Eduardo Haiumba, apelou hoje, segunda-feira, na cidade de Ondjiva, mais humanização no atendimento dos pacientes e repudiou a atitude dos profissionais da saúde que abandonam os postos nos turnos da noite.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hospital Geral de Ondjiva

Foto: José Cachiva

Em declaração à Angop, a propósito do 11 de Fevereiro, Dia Mundial do Doente, Eduardo Haiumba afirmou que o abandono de posto nos turnos da noite por parte de certos médicos é prática recorrente nos hospitais do Cunene, situação que causa transtornos aos pacientes e prejudica o trabalho.

Essa atitude, asseverou, provoca enchentes e longas filas de pacientes nos hospitais, causando estrangulamento do plano de serviço.

Segundo o responsável, além das ausências frequentes dos médicos dos seus postos de serviço, há também registo de atitude arrogante por parte de alguns enfermeiros no atendimento dos doentes.

"Os profissionais de saúde devem primarem por uma postura mais responsável e humanista no atendimento ao doente, sendo que o cuidado humanizado, associado à medicação e à boa alimentação, contribui significativamente na rápida recuperação dos pacientes", ressaltou.

A província do Cunene tem uma população estimada em 965 mil e 288 habitantes, dispõe de uma rede hospitalar composta por 41 centros de saúde, sete hospitais e 98 postos de saúde, cujos serviços são assegurados por 77 médicos e 967 enfermeiros.

O Dia Mundial do Doente foi instituído a 11 de Fevereiro de 1992, pelo Papa João Paulo II.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também