Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

16 Maio de 2019 | 20h14 - Actualizado em 16 Maio de 2019 | 20h13

Prevalência do HIV/Sida em Benguela estimada em dois porcento

Benguela - A taxa de prevalência do HIV/Sida na província de Benguela, cuja população está estimada em dois milhões, trinta e seis mil e 666 habitantes, segundo o Censo de 2014, é de dois porcento, soube-se hoje, quinta-feira, no município do Cubal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Secretário executivo da ANASO, António Coelho

Foto: Henri Celso

Segundo o secretário executivo da Rede Angolana das Organizações e Serviços de SIDA (ANASO), António Coelho, que falava à Angop, a propósito das jornadas técnico-científicas do hospital missionário “Nossa Senhora da Paz” que decorrem no centro de pesquisa em saúde da Universidade Katyavala Buila, de 16 a 17 do corrente, o nível de cobertura de tratamento da doença anda a volta de 24 porcento.

António Coelho explicou que esse baixo nível de cobertura de tratamento acontece porque grande parte das pessoas que necessitam de assistência encontra-se em zonas de acesso difícil ou com serviço de saúde praticamente inexistente.

Para o secretário executivo da ANASO, a pandemia encontra-se disseminada em vários estratos sociais, sendo os factores determinantes, a pobreza, o analfabetismo, o início precoce da prática sexual por jovens adolescentes, entre outros.

Sem avançar números, António Coelho informou que, de uma maneira geral, os números no país têm estado a subir e que Benguela não foge a regra.

Apesar dessa realidade, frisou que as jornadas são um espaço de interacção e concertação de pontos de vista diferenciados, pois é preciso que o país encontre respostas rápidas para essa realidade.

Por outro lado, lamentou a ausência das autoridades locais no evento, que visa a busca de soluções para o combate do HIV/Sida, num momento em que o país empreende um programa denominado “Nascer livre para brilhar”, encabeçado pela 1ª Dama da República, Ana Dias Lourenço, com o mesmo propósito.

“Não se percebe, como pode ser possível que nenhuma autoridada se faça presente, quando está em discussão um assunto tão actual como é o HIV/Sida”, desabafou o secretário executivo da ANASO.

Por seu lado, o médico espanhol Israel Molina, participante das jornadas, valorizou os temas em debate, referindo que o espaço está a ser essencialmente dedicado a partilha de conhecimentos sobre a doença e a probabilidade de tratamento eficaz, usando uma série de medicamentos de reconhecida qualidade.

Citou os chamados “inibidores de integração” como alguns dos medicamentos que já são utilizados em várias partes do mundo, porém reconheceu que muitos governos apresentam incapacidade para a sua aquisição devido a alta dos seus preços.

Participam do certame quadros seniores da faculdade de medicina da Universidade Katyavala Bwila, de diversas unidades hospitalares e especialistas estrangeiros em saúde.

Leia também
  • 16/05/2019 19:00:17

    Regularizados salários em atraso dos funcionários de hemodiálise

    Lobito - Os sete meses de salários em atraso dos 140 funcionários distribuídos entre os centros de hemodiálise do Lobito e de Benguela já foram regularizados esta semana, pelo Instituto Angolano do Rim (IAR), apurou hoje a Angop.

  • 02/11/2018 11:30:04

    Feira de Saúde Unitel beneficia mais de oito mil pessoas

    Benguela - Oito mil e 507 pessoas foram consultadas gratuitamente em diversas especialidades, durante a Feira de Saúde Unitel, que decorreu de 30 de Outubro a 1 de Novembro do corrente, nos municípios da Ganda, Cubal e Catumbela, na província de Benguela, superando as sete mil inicialmente previstas.

  • 31/10/2018 20:01:21

    Diagnosticados mais de mil pacientes na feira de saúde da Unitel

    Ganda - Mil e 759 pessoas com patologias diversas foram atendidas gratuitamente em consultas de clínica geral e de especialidades na feira de saúde da Unitel, realizada nesta terça-feira, na vila do Alto Catumbela, município da Ganda (Benguela).