Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

25 Maio de 2019 | 15h19 - Actualizado em 25 Maio de 2019 | 15h19

Hospital de Saurimo reforçado com bens alimentares

Saurimo - Um lote de bens alimentares e produtos de higiene foi entregue, hoje, sábado, ao Hospital Municipal de Saurimo, província da Lunda Sul, pela administração local, com objectivo de melhorar a dieta dos pacientes internados.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A doação é composta por feijão, arroz, óleo vegetal, sal de cozinha, peixe fresco, frangos, farinha, além de produtos de higiene.

Em declarações à Angop, o administrador municipal de Saurimo, Neves Romão, disse que o gesto tem ainda o objectivo de solidarizar-se com os doentes internados, muito deles sem recursos financeiros para fazer uma refeição condigna.

Por seu turno, a directora do Hospital Municipal de Saurimo, Zila Crispim, disse que os bens recebidos vão ajudar a suprimir alguma carência alimentar e proporcionar melhor higiene aos pacientes.

Apelou a outras instituições da circunscrição no sentido de seguirem o exemplo da Administração Municipal de Saurimo em apoiar o hospital local, no sentido de prestar melhor serviço aos pacientes.

Sobre o surto de sarampo que afecta a região, a responsável fez saber no Hospital Municipal de Saurimo o número de pacientes com a doença reduziu de 105 para 50/dia.

Desde o início do surto da doença, em Março deste ano, as autoridades sanitárias da circunscrição registaram 73 óbitos, num universo de mil e 970 casos de sarampo.

Leia também
  • 25/05/2019 02:40:24

    Moxico: Mais de cem mil crianças imunizadas contra o Sarampo

    Luena - Cento e oito mil e 673 crianças, com idades compreendidas entre seis meses e cinco anos, serão vacinadas contra o sarampo, durante a campanha iniciada terça-feira última, na província do Moxico, exceptuando o município do Luau.

  • 24/05/2019 11:22:47

    Hospital de Caála debate-se com falta de sangue

    Caála - O hospital municipal da Caála (Huambo) debate-se, nos últimos 15 dias, com a falta de sangue para realização de transfusões, principalmente a doentes vítimas de acidentes de viação, informou hoje à ANGOP a responsável da secção de hemoterapia, Isabel Tainara.

  • 24/05/2019 11:17:01

    Prostituição clandestina inviabiliza programa de combate ao VIh/Sida

    Huambo - A prática da prostituição na clandestinidade constitui a principal causa do insucesso do programa de combate às doenças sexualmente transmissíveis (DST's), na província do Huambo, com maior destaque para o VIH/sida.