Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

28 Maio de 2019 | 18h14 - Actualizado em 29 Maio de 2019 | 14h23

Serviços de queimados passam para Zango II

Luanda - Os Serviços especializados para doentes com queimaduras foram transferidos provisoriamente para o Hospital Distrital do Zango II (Viana), nas instalações onde funciona a unidade sanitária local, informou, hoje (terça-feira), fonte da instituição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vista parcial do Hospital Neves Bendinha

Foto: Pedro Parente/Arquivo

A directora do Hospital Especializado do Neves Bendinha, vulgo Hospital dos Queimados, Lídia Bengue, informou à imprensa que a transferência dos referidos serviços visa  possibilitar a reabilitação das actuais estruturas com capacidade para 90 camas, cuja data do início dos trabalhos, a decidir pelo Ministério da Saúde,  não avançou.

Para si, os serviços de queimados precisam de ser melhorados, quer do ponto vista de infraestruturas, quer em termos clínicos.

A fonte admitiu que a redução do número de camas, de 90 para 60, pode provocar constrangimentos no atendimento aos pacientes, uma vez que a unidade atende também doentes de outras províncias.

De acordo com a directora,  a instituição tem “défice de médicos especializados” e espera que as entidades competentes reforcem a equipa para que se possa dar um  atendimento adequado aos pacientes.

Em Fevereiro do ano em curso, o director clínico do Hospital Neves Bendinha, Álvaro Pedro, reiterou ao Jornal de Angola a necessidade do aumento do número de cirurgiões plásticos e anestesistas, por aquela unidade sanitária dispôr de apenas um profissional em cada uma das especialidades.

Informou que a infra-estrutura precisa de mais cinco cirurgiões plásticos, para diminuir o tempo de espera por uma cirurgia de reconstrução de que as vítimas de queimaduras precisam.

Álvaro Pedro disse que o pavilhão que albergaria provisoriamente o Hospital Neves Bendinha é uma estrutura nova com duas alas, nas quais funcionam a área de internamento, o banco de urgência, o bloco operatório, sala de esterilização, Raio X, laboratório e salas de apoio ao trabalho administrativo.

A  transferência dos pacientes internados e dos equipamentos decorre há oito dias, restando no local, de momento, apenas alguns meios técnicos de escritório e hospitalar.

A médica Madalena Cunha informou à Angop que a unidade hospitalar do Neves Bendinha vai continuar a prestar provisoriamente  serviços de assistência e cuidados primários de saúde que posteriormente também serão transferidos para o Centro Ortopédico do Neves Bendinha, nas imediações da Igreja Católica, na Santana.

O Hospital Especializado do Neves Bendinha, Hospital dos Queimados, foi construído na década de 70.

Assuntos Doença   Província » Luanda  

Leia também
  • 23/05/2019 13:47:26

    Alunos do Cazenga recebem mosquiteiros impregnados

    Luanda - Dois mil mosquiteiros impregnados com insecticida foram, hoje (quinta-feira), distribuídos gratuitamente aos alunos da escola 3084, no município do Cazenga, em Luanda, uma iniciativa de uma operadora de telefonia móvel.

  • 17/05/2019 18:53:22

    Centro do Sequele disponibiliza serviços de internamento

    Luanda - O centro de saúde de referência do distrito urbano do Sequele município de Cacuaco, em Luanda, passa, a partir de hoje, sexta-feira, a realizar serviços de internamentos, com 60 camas, nas áreas de maternidade, pediatria e clínica geral.

  • 14/05/2019 14:57:33

    Hospital dos Cajueiros capacita enfermeiros sobre atendimento

    Luanda - As Autoridades sanitárias do hospital geral dos Cajueiros no município do Cazenga, em Luanda estão a melhorar a qualidade dos seus serviços hospitalares, capacitando os técnicos de enfermagem sobre procedimento de atendimento.