Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

19 Agosto de 2019 | 12h44 - Actualizado em 19 Agosto de 2019 | 12h44

Adesão de mulheres ao planeamento familiar tende a aumentar

Huambo - Mil e 815 mulheres em idade fértil aderiram ao planeamento familiar, durante o I semestre deste ano, no Centro Materno Infantil Mineira, na cidade de Huambo, mais 602 casos em relação ao igual período de 2018.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os dados foram avançados hoje, segunda-feira, à Angop, pela chefe em exercício do departamento de planeamento familiar do centro, Rosalina Sabonete, para quem o aumento se deve às campanhas de sensibilização sobre a importância do planeamento familiar no espaçamento das gestações, bem como a situação económica actual de muitas famílias.

Assim, deu a conhecer que para o planeamento familiar as 1.815 mulheres aderiram aos métodos anticoncepcional microginou, microlote, meuri, sayana press, depo, dio-intranterino e jardel.

Prosseguiu que as mulheres podem aderir ao planeamento familiar entre 08  a 45 dias após o parto, evitando, deste modo, gravidezes indesejadas e em menos de  um ano pós um parto,  situação que pode comprometer  a saúde da mãe e do bebé.

Apontou, nesta senda, o sangramento vaginal, ruptura prematura da placenta e inflamação no endométrio (bainha mucosa que reveste a parede uterina), como problemas que a mulher pode sofrer se engravidar no período não recomendado ( menos de seis meses) depois de um parto.

Já os bebés nascidos em intervalos menores de um ano, informou que têm maior risco de nascer com baixo peso, passar por um parto prematuro, sofrer paralisia cerebral ou apresentar subnutrição, comparado às concebidas entre 18 e 23 meses após a gestação prévia. 

Contudo, apelou aos casais ou as mulheres, em particular, no sentido de procurarem as unidades sanitárias para se informarem sobre o planeamento familiar e, deste modo, aderir a um dos seus métodos, em prol da constituição de uma família sadia.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 07/08/2019 16:35:35

    Malnutrição severa provoca 73 mortes no Huambo

    Huambo - O Gabinete Provincial da Saúde no Huambo registou, entre Janeiro a Maio deste ano, a morte de 73 crianças vítimas de malnutrição severa.

  • 02/08/2019 18:48:05

    Autoridades entregam meios ao posto de saúde de Nondolo

    Cachiungo - Um lote de medicamentos diversos e equipamentos sanitários foram entregues nesta sexta-feira à direcção do posto de saúde da povoação de Nondolo, no município do Cachiungo, a 95 quilómetros da cidade do Huambo.

  • 02/08/2019 18:02:47

    Secretário de Estado da Saúde exige responsabilidade

    Cachiungo - O secretário de Estado da Saúde para área Hospitalar, Leonardo Europeu Inocêncio, defendeu hoje, sexta-feira, no município do Cachiungo (Huambo), a necessidade de maior responsabilidade dos pais e encarregados de educação, levando os filhos aos postos de vacinação contra poliomielite.