Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

05 Setembro de 2019 | 15h55 - Actualizado em 05 Setembro de 2019 | 15h55

Bastonária denuncia existência de falsos médicos no país

Luanda - A bastonária da Ormed (Ordem dos Médicos de Angola), Elisa Gaspar, afirmou hoje (quinta-feira), em Luanda, existirem falsos médicos no país, sem contudo avançar números.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Elisa Gaspar - bastonária da Ordem dos Médicos de Angola (Arquivo)

Foto: Braúlio Pedro

Fez saber que todos os dias são detectados um ou mais falsos médicos, pelo que a instituição está a retirar os falsos médicos cadastrados na organização e vai continuar a trabalhar para a descoberta de outros.

A responsável fez esta afirmação no 29º Conselho Consultivo do Ministério da Saúde (MINSA), que decorre de 5 a 6 deste mês, sob o lema "Alcançar a cobertura universal da saúde: Não deixar ninguém para trás rumo à construção de uma Angola saudável”,  onde apresentou as linhas de acção da Ordem.

Fez saber que desde a sua eleição, em Abril deste ano, e em função do programa gizado, começou por conhecer a "casa" e a orientar o recadastramento dos médicos, processo que permitiu detectar os falsos médicos.

A médica defendeu a formação de mais especialistas em vários domínios, porque o país necessita e há uma carência de quadros especializados, pelo que se propõe a trabalhar com o Ministério da Saúde para o cumprimento deste desiderato.

Assuntos Serviços de saúde  

Leia também