Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

12 Setembro de 2019 | 13h42 - Actualizado em 12 Setembro de 2019 | 13h55

Humanismo deve estar no centro do atendimento clínico

Huambo - A governadora da província do Huambo, Joana Lina, referiu hoje, quinta-feira, que o humanismo constitui uma exigência indispensável na melhoria do bem-estar físico e mental dos doentes, daí a razão de estar no centro do atendimento clínico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A governante, que falava na abertura das VII jornadas científicas e, ao mesmo tempo, da I Conferência Internacional do Hospital Central do Huambo, disse que a melhoria da qualidade na prestação da assistência médica e medicamentosa deve ser um compromisso de todos os profissionais de saúde.

Joana Lina considerou importantes que sejam os próprios membros do Sistema Nacional de Saúde (médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutico, entre outros), a detectar os erros mais frequentes no exercício da profissão sanitária: negligência, imprudência e imperícia, que colocam em perigo a vida humana.

Nesta esteira de pensamento, a governadora realçou a importância do aumento dos conhecimentos, das competências profissionais e da troca de experiência para que cada um assuma-se, dentro do espírito colectivo, como responsável por uma assistência médica de qualidade.

“Só se conseguirá atingir este desiderato caso se preste uma atenção redobrada e rigorosa no aumento dos conhecimentos específicos dos profissionais de saúde e no compromisso de atender, de forma plena e humanizada, as necessidades dos utentes”, enfatizou a governadora.

Sob o lema “No reforço de competências dos profissionais de saúde, rumo à conquista de uma assistência com mais qualidade”, o evento, com término previsto para sexta-feira, ficou marcado com o lançando do sítio oficial do Hospital Central do Huambo (www.hghbo.co.ao), com objectivo de tornar a comunicação com os utentes mais fluida e eficaz.

Na maior unidade hospitalar da província do Huambo, que possui uma capacidade para internar 800 doentes, são atendidos diariamente, em média, 850 pacientes, nas áreas de medicina geral, cirurgia geral, ortopedia, pediatria, endoscopia, ginecologia, obstetrícia, dermatologia, hemodiálise, psiquiatria, citologia e oftalmologia.

Estes pacientes, alguns dos quais idos de outras regiões do país, procuram igualmente pelos serviços de otorrinolaringologia, estomatologia, imagiologia (raio x, ecografia, TAC e ressonância magnética), de mamógrafo, esterilização, neurologia, cardiologia, hemoterapia, laboratório de análises clínicas e cuidados intensivos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 11/09/2019 21:54:24

    Sector do Gove terá centro materno-infantil de referência

    Caála - Um centro materno-infantil de referência, orçado em 376 milhões e 973 kwanzas, será construído a partir deste mês, no sector do Gove, município da Caála, a 118 quilómetros da cidade do Huambo, no quadro das políticas de expansão da rede sanitária e melhoria do atendimento médico e medicamentoso.

  • 11/09/2019 17:26:42

    Mais de 290 mil crianças desparasitadas com albendazol

    Huambo - Duzentos e 94 mil e 679 crianças, dos cinco aos 15 anos de idade, dos municípios do Huambo e Longonjo, foram desparasitadas com albendazol, durante a campanha realizada em Junho deste ano, no âmbito do programa de combate as doenças tropicais negligenciadas (DTNS).

  • 30/08/2019 20:19:17

    Defendido maior envolvimento dos pais na campanha contra pólio

    Ecunha - O secretário de Estado do Interior, José Bamóquina Zau, defendeu hoje, sexta-feira, na vila municipal do Ucunha, 42 quilómetros da cidade do Huambo, um maior envolvimento dos pais e encarregados de educação na 2ª ronda da campanha de vacinação contra poliomielite.