Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

11 Setembro de 2019 | 16h15 - Actualizado em 11 Setembro de 2019 | 17h23

Instituto faz mais de mil cirurgias oculares

Luanda - Mil duzentas e 73 cirurgias ligadas as patologias ocular foram realizadas no primeiro semestre deste ano pelo Instituto Oftalmológico Nacional de Angola (IONA), em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vista frontal do Instituto Oftalmológico nacional (arquivo)

Foto: Pedro Parente

Os dados foram divulgados, nesta quarta-feira, em Luanda, a directora-geral, Luísa Paiva, que disse tratar-se de casos de catarata, pterígeo, estrabismo, glaucoma, doenças do segmento posterior do olho ligadas a complicações da diabete e da hipertensão arterial.

Os casos de cataratas lideram o gráfico com e 458 operações.

Segundo Luísa Paiva, que falava durante o 1º Encontro Nacional de Oftalmologia sob o lema “Juntos pela Saúde Ocular”, no mesmo período  foram atendidos 23 mil 569 pacientes.

Luísa Paiva informou que a instituição conta apenas com 18 médicos especialistas e atende mensalmente 4 mil e quinhentos doentes.

A responsável apontou a glaucoma como a maior causa de cegueira irreversível em todo mundo, afirmando que visto que dos 43 mil 283 pacientes atendidos em 2018, o glaucoma está como a quarta causa de atendimento.

No mesmo período, o Centro Oftalmológico Internacional de Benguela atendeu mais de mil cirurgias.

O director-geral da instituição, Salomão Chiambo, avançou que informou que em média, disse, são atendidos 100 novos casos entre adultos e crianças.

O centro conta apenas com oito médicos, entres os quais 6 expatriados, necessitando de mais 12 especialistas.

Salomão Chiambo considerou o quadro actual do hospital desafiante pela afluência dos doentes saídos de várias zonas do país.

Diariamente a instituição atende cerca de 15 a 20 cirurgias.

Por seu turno, o secretário de Estado da Saúde para área Hospitalar, Leonardo Europeu, afirmou que a criação da Sociedade Nacional de Oftalmologia melhora os serviços de saúde.

O responsável considera fundamental que uma sociedade deve incentivar o fornecimento de cuidados relacionados com a prevenção, diagnóstico, avaliação, terapêutica das doenças oftalmológicas, zelar pela ética profissional, esclarecer o público sobre temas de higiene e saúde ocular.

Leonardo Europeu avança ser necessário se melhorar a saúde ocular da população e o seu acesso a assistência oftalmológica da melhor qualidade.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), actualmente cerca de 285 milhões de pessoas estão visualmente prejudicadas no mundo, dos quais entre 60 a 80 por cento dos casos podem ser evitados e tratados.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 10/09/2019 16:25:12

    Angola regista mais de dois mil suicídios em cinco anos

    Luanda - Dois mil e quinhentos casos de suicídios foram registados no país nos últimos 5 anos, segundo dados do Serviço de Investigação Criminal (SIC), divulgados nesta segunda-feira, em Luanda.

  • 09/09/2019 13:52:41

    Médico aponta vantagens da Lei de Transplante de Órgãos Humanos

    Luanda- O médico nefrologista, Matadi Daniel, afirmou esta segunda-feira que a aprovação da Lei Sobre o Transplante de Tecidos, Células e Órgãos Humanos vai limitar o tráfico de órgãos humanos em Angola.

  • 04/09/2019 13:50:12

    Mil cidadãos recebem assistência médica

    Luanda - Mil cidadãos residentes no distrito urbano de Camakienza, município do Sambizanga, em Luanda, foram atendidos nesta quarta-feira no decorrer da segunda feira comunitária da saúde numa iniciativa da Igreja Teosófica Espírita em colaboração com a clínica Graça Esperança.