Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

05 Outubro de 2019 | 12h00 - Actualizado em 07 Outubro de 2019 | 15h41

Parteiras tradicionais do Kilamba Kiaxi concluem formação

Luanda - Mais de 30 parteiras tradicionais concluíram, nesta sexta-feira, uma formação sobre serviços de parto na comunidade, ministrado pela Direcção Municipal da Saúde do Kilamba Kiaxi.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O curso, que decorreu em quatro semanas, visou munir as parteiras tradicionais de meios e conhecimentos para realizar um parto em segurança e em condições de higiene.

Durante o curso, ministrado em português e em língua nacional Kimbundu , foram transmitidas matérias como “Fisiologia da gravidez, Higiene e segurança no trabalho de parto e Sinais para identificar uma mulher em trabalho de parto”.

 As participantes tiveram aulas teóricas e práticas e foram instruídas também a realizar partos normais e a encaminhar para unidades sanitárias mulheres com alguma patologia, que tiveram cesariana ou com alguma complicação antes, durante ou depois do trabalho de parto.

Na sessão de encerramento da formação, as participantes receberam, em forma simbólica, um kit de material gastável com artigos de uso pessoal para a mãe, o bebé e a parteira, que deve ser usado durante o trabalho de parto.

 Parteira há 35 anos, Feliciana António Kiala, que começou ajudando a mãe e a avó neste trabalho, disse que com a formação aprendeu melhor como ajudar uma mulher a ter o bebé, os cuidados de higiene que deve ter para a saúde do recém -nascido, da mãe e dela própria.

 Disse que aprendeu também como preparar o local onde a parturiente vai ter o bebé, porque fazia de uma forma diferente que muitas vezes punha em causa a saúde da criança.

 Justino Guimbi, também com a mesma profissão há 15 anos, disse que o curso está a ajudar muito, porque antes trabalhava sem uma formação convencional.

Disse que desconhecia que em caso de complicações no parto deve acompanhar a mulher a uma unidade sanitária, para evitar mortes.

 Informou que aprendeu também como cuidar da mãe e do bebé depois do parto e encaminhar o recém- nascido a uma unidade sanitária para ser vacinado.

 Este é o segundo grupo de parteiras tradicionais que recebe formação. O primeiro, predominante da comuna dos Rastas, Distrito Urbano do Golfe, foi formado em 2018.

A directora municipal da Saúde, Josefa Costa, esclareceu que a formação visa reduzir a taxa de mortalidade materna infantil nas comunidades, principalmente na zona dos Rastas, onde há carência de serviços de saúde e uma alta taxa de natalidade.

Disse que a Direccão Municipal da Saúde recebia muitos reportes de casos de mulheres e recém – nascidos crianças que chegam a unidades sanitárias com complicações durante ou depois de trabalhos de parto mal sucedidos e algumas acabavam por perder a vida.

O município do Kilamba Kiaxi tem mais de um milhão e 500 mil habitantes, 10 unidades de saúde públicas, das quais uma central e uma provincial.

 Participaram da cerimónia de encerramento a administradora municipal, Albina Guilhermina Luísa e o administrador adjunto para a área Politica e das Comunidades, Manuel Bernardo.

Assuntos Província » Luanda   Saúde  

Leia também