Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

04 Outubro de 2019 | 17h08 - Actualizado em 04 Outubro de 2019 | 17h07

Plano Nascer livre para Brilhar lançado em Talatona e Luanda

Luanda - O plano operacional da campanha "Nascer Livre para Brilhar", que visa eliminar a transmissão do VIH/Sida de mãe para filho, foi lançado hoje (sexta-feira) nos municípios de Talatona e Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Insígnia da Luta contra o VIH-SIDA

Foto: Divulgação

Em declarações à imprensa a  madrinha do programa no Talatona, Denise Pereira, explicou que as metas para a redução do HIV/Sida de mãe para filhos passará pela realização de palestras e sensibilização nas comunidades, centros de saúde e de acolhimento.

 A  directora municipal de saúde de Talatona, Claudineth Cerqueira, disse que  para o  projecto o  município conta com um orçamento de mais de 80  milhões de kuanzas que serão utilizados em todos os tipo de actividades relacionadas ao plano em causa.

Claudineth Cerqueira espera,neste âmbito, estender a taxa de munícipes que beneficiam de  tratamento e acompanhamento em 90 por cento.   

No município de Luanda, o director da saúde, afecta a Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL), Manuel Varela, disse que o plano vai abranger todas as comunidades no sentido de eliminar o contágio da doença.

A direcção da saude pretende realizar campanhas de sensibilização dirigida especialmente aos jovens em idade sexualmente activa, onde vão estar envolvidos representantes das comissões de moradores, empresários e entidades religiosas.

O plano operacional da campanha "Nascer Livre para Brilhar" está subdividido em quatro eixos, em que o primeiro e segundo pontos definem a prevenção primária da doença, o programa de corte de transmissão vertical, tratamento pediátrico e assistência continuada.

O terceiro diz respeito ao seguimento do tratamento dos doentes, com  medicamentos suficientes, a partir dos postos, centros e hospitais de referências.

O quarto eixo visa a mobilização de meios e bens de primeira necessidade, para apoiar os  pacientes com HIV/SIDA.

A campanha nacional “Nascer Livre para Brilhar” foi lançada em Dezembro de 2018, no Luena (Moxico) pela primeira-dama da República de Angola, Ana Dias Lourenço.

Leia também