Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

18 Outubro de 2019 | 13h58 - Actualizado em 18 Outubro de 2019 | 13h58

Governo reconhece necessidade de reforço da vacina de rotina

Luanda - O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, reconheceu haver necessidade de vacinação de rotina e o aumento da sua cobertura para a prevenção de doenças e de surtos, como o de Pólio que esta a acontecer no pais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Campanha de vacinação contra a poliomielite (Arquivo)

Foto: Cedida

Segundo o secretário, as zonas cinzentas e os pontos fracos, causados pela  falta de vacinação de rotina, ausência ou insuficiência de mini-arcas, a movimentação da população e outras questões como a componente cultural, a falta de envolvimento das comunidades e de estimulo aos técnicos, fizeram com que hoje o pais volte a viver um surto de Pólio.

O responsável, que falava na abertura da campanha de vacinação no municipio do Kilamba Kiaxi, referiu que o Governo não cruzou os braços, "é mais uma luta que resta”, chamando a atenção dos cidadãos para que aceitem a vacinação.

Franco Mufinda informou que Angola já teve êxitos na luta contra a Pólio e passaram-se mais de 10 sem registo da doença, tendo os últimos casos sido  notificados nas províncias do Namibe em 2008 e em Luanda, em 2010, respectivamente.

Disse que nesta campanha está previsto a vacinação de um milhão e 600 crianças, acrescentado que estão criadas as condições logísticas para o trabalho que vai levar três dias.

A cerinómia de abertura da campanha aconteceu no município do Kilamba Kiaxi, bairro dos Rastas, onde foi registado um dos 18 casos de Pólio notificados no pais.

Segundo o director Provincial da Saúde de Luanda, Gaspar Miguel, estão envolvidos nesta campanha mais de 12 mil cidadãos, mais de três  mil e 500 equipas que vão trabalhar casa-a-casa.

A campanha vai acontecer em três rondas, devendo a segunda e a terceira acontecer em Novembro.

Participaram na cerimónia o governador de Luanda, Luther Rascova, os representantes da OMS e do UNIFEC em Angola, membros da  administração municipal do Kilamba Kiaxi e outros técnicos.

Leia também
  • 17/10/2019 20:16:49

    Centro de Saúde em Viana recebe bens mobiliários

    Luanda - O Centro de Saúde Ana Paula, no município de Viana, em Luanda beneficiou hoje, (quinta-feira) de uma doação de vários bens mobiliários, um gesto do Banco de Poupança e Crédito (BPC).

  • 17/10/2019 17:59:57

    Município de Luanda vacina mais de 300 mil crianças

    Luanda - Trezentas e vinte e três mil e 301 crianças, dos zero aos cinco anos, vão ser vacinadas, nos dias 18, 19 e 20 deste mês, contra a Poliomielite, no município de Luanda.

  • 15/10/2019 20:17:30

    Controlo de infecções por falta de higiene constitui desafio

    Luanda - O secretário de Estado para o Ensino Pré-Escolar, Francisco Pacheco, referiu hoje (terça-feira), em Luanda, que a prevenção e o controlo de infecções relacionadas à falta de higiene constitui um grande desafio.