Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

10 Janeiro de 2020 | 15h02 - Actualizado em 10 Janeiro de 2020 | 15h29

Saúde prioriza combate à malária e VIH em 2020

Luanda - O combate às grandes endemias, como a malária, VIH, tuberculose, e a realização de acções para a melhoria na saúde materno-infantil são algumas das prioridades do Ministério da Saúde (Minsa) para este ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para a realização dessas actividades, o Minsa vai reforçar estratégias com os parceiros nacionais e internacionais, com quem reuniu hoje (sexta-feira), para alinhar as necessidades ligadas ao capital humano e as ajudas financeiras, visando tornar o seu trabalho mais abrangente e eficaz.

Segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, no Plano Nacional de Desenvolvimento vão continuar a trabalhar para melhorar o sistema de informação para se obter dados e estatísticas credíveis, bem como aperfeiçoar a formação de recursos humanos.

Ainda na dinâmica do ministério, avançou que com a experiência acumulada os trabalhos permitiram alcançar alguns ganhos como a admissão de cerca nove mil profissionais de saúde no último concurso público e a implementação da aquisição de medicamentos, equipamentos e demais meios médicos.

O Ministério da Saúde está a reforçar a vacinação de rotina para a prevenção de doenças imunopreveníveis, tendo-se atingido para a BCG (92%), POLIO.3 (76%), VPI1- Pólio – inactivada) (68%), Penta 3 (78%), Pneumo.3 (79%), Rota2 (84%), Sarampo /Rubéola (81%) e Tétano 2 (54%).

Em 2019, foram realizadas 21 campanhas de vacinação com a utilização da vacina Pólio oral monovalente tipo 2, tendo sido vacinadas cerca de cinco mil crianças menores de 5 anos, em 108 municípios de 15 das 18 províncias do país.

Realizou-se uma campanha sincronizada com o Congo-Brazzaville. Vacinaram-se do lado de Angola, nesta campanha, 3.937 crianças contra o sarampo-rubéola em seis comunas de Belize-Cabinda e cinco comunas de Congo Brazzaville.

Dos 11 Centros Ortopédicos de Reabilitação Física existentes no país, oito foram reabilitados, apetrechados e reinaugurados, sendo dois em Luanda e um no Bié, Huambo, Cuando Cubango, Uíge, Moxico e Cuanza Sul, que se encontram hoje em pleno funcionamento, e  implementada a plataforma DHIS2 nas 18 províncias e nos 164 municípios, com o objectivo de se obter informação estatística robusta e em tempo real.

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 10/01/2020 12:28:06

    Maternidade da Lunda Sul ganha uma fábrica de oxigénio

    Saurimo - Uma fábrica de oxigénio, com capacidade de enchimento de várias garrafas de 50 quilos/dia, entrará em funcionamento, em Março deste ano, na maternidade provincial da Lunda Sul.

  • 09/01/2020 19:01:23

    Mais de mil candidatos concorrem a 295 vagas na Saúde

    Saurimo - Mil e 450 candidatos estão seleccionados para concorrem às 295 vagas de emprego no sector da Saúde na província da Lunda Sul, no âmbito do concurso público 2020, cujas provas de admissão serão realizadas em Fevereiro.

  • 07/01/2020 18:49:25

    Hospital do Cuimba aumenta capacidade de internamento

    Mbanza Kongo - A capacidade de internamento do Hospital Municipal do Cuimba, província do Zaire, vai passar de 50 para 100 camas, este ano, após conclusão dos trabalhos de ampliação e modernização daquela unidade de saúde.