Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

14 Fevereiro de 2020 | 22h15 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2020 | 22h15

Fábrica de materiais gastáveis realiza primeiros testes

Moçâmedes - A fábrica de materiais gastáveis para o sector saúde, pertença do grupo CANEF, que começou a ser instalada em Julho de 2019 na província do Namibe, vai realizar os primeiros testes a partir de Agosto deste ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Parte do material para montagem da fábrica de materiais gastáveis para saúde no Namibe

Foto: Sofer Kanguami

O anúncio foi feito hoje, sexta-feira, à Angop, pelo administrador do complexo industrial, Fernando da Costa, durante uma visita do governador da província do Namibe, Archer Mangueira, à fábrica, que está a ser instalada no município de Moçâmedes.

Segundo Fernando da Costa, a conclusão e entrada em funcionamento da fábrica está prevista para Janeiro de 2021 e irá empregar pelo menos cem jovens.

Fez saber que numa primeira fase a fábrica vai produzir cem mil luvas descartáveis, anualmente, e posteriormente vai fabricar também seringas, máscaras cirúrgicas, ligaduras, batas hospitalares e  adesivos.

Disse que a linha de montagem da fábrica é de origem chinesa e as matérias-primas para a produção do material descartável será oriundo da Malásia,  Brasil, China e Índia.

“Angola será  pioneira em África neste projecto, que vai gerar novos postos de emprego e arrecadar receitas para os cofres do Estado, com a  exportação destes materiais”, salientou.

Realçou que a entrada em funcionamento desta fábrica poderá colocar a província do Namibe no mapa das regiões de referência obrigatória da indústria farmacêutica.

Por seu turno, a vice-governadora provincial para área Política, Económica e Social do Namibe, Maiza Tavares, considerou o projecto ambicioso e de âmbito internacional, que poderá ajudar na diversificação da economia do país.

Encorajou os responsáveis do grupo empresarial CANEF a prosseguirem com esta iniciativa, que vai empregar jovens, arrecadar receitas para os cofres do Estado e, principalmente, ajudar a melhorar a qualidade do serviço prestado nas unidades hospitalares do país.

O projecto da instalação desta unidade fabril está avaliado em oito milhões de dólares.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 13/02/2020 12:36:18

    Bairro Mundo Novo ganha centro de saúde com 20 camas

    Tômbwa - Um centro de saúde com 20 camas está a ser construido no bairro Mundo Novo, município do Tômbwa (Namibe), para beneficiar os cerca de 200 habitantes desta circunscrição.

  • 12/02/2020 16:38:00

    Saúde capacita técnicos contra coronavirus no Namibe

    Moçâmedes - As autoridades sanitárias, em parceria com o Governo da Província do Namibe, promovem, a partir desta quarta-feira, em Moçâmedes, uma acção formativa para os técnicos de saúde sobre os cuidados e prevenção do Coronavirus.

  • 22/01/2020 05:55:54

    Humanização da saúde passa pelo aumento de médicos

    Namibe - O presidente da ordem dos médicos do Namibe, Gabriel Bumba Malonda, defendeu terça-feira, nesta cidade, o reforço de mais médicos de especialidade nos hospitais, centros de saúde e melhores condições de trabalho para melhor consolidação e humanização dos serviços de saúde na província.