Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

28 Fevereiro de 2020 | 10h44 - Actualizado em 28 Fevereiro de 2020 | 10h44

Huíla regista 166 casos de conjuntivite hemorrágica

Lubango - O surto de conjuntivite hemorrágica que se alastra há duas semanas no sul do país, atingiu seis municípios da província da Huíla, onde até hoje (sexta-feira) contam-se 166 casos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Directora provincial da saúde da Huíla, Luciana Guimarães

Foto: Amélia Oliveira

Em entrevista hoje à Angop no Lubango, a directora provincial da Saúde, Luciana Guimarães, disse que Quilengues, que partilha fronteira com Chongorói (Benguela), onde se despoletou o surto, regista 126 ocorrências, Lubango (34), Gambos (2), Matala (2), Chibia (1) e Quipungo (1).

Fez saber que todos os casos registados na província têm proveniência em Benguela, pelo que o gabinete da saúde accionou imediatamente medidas de contenção em todos os 14 municípios como lavar as mãos frequentemente, não esfregar os olhos, usar água limpa e evitar o contacto com suspeito de portar a doença.

A médica informou igualmente que foi feita a disponibilização de fármacos como soro fisiológico e paracetamol em unidades sanitárias desses municípios.

A conjuntivite hemorrágica é uma doença altamente contagiosa caracterizada por hemorragia sub-conjuntival, inchaço repentino das pálpebras e congestão, vermelhidão e dor no olho.

Assuntos Província » Huíla   Saúde  

Leia também
  • 27/02/2020 17:31:57

    Hospitais de Mucari recebem equipamentos

    Mucari - Vinte e dois kits de equipamentos hospitalares e medicamentos diversos foram entregues hoje, quinta-feira, a direcção municipal da saúde de Mucari, no âmbito do projecto de fortalecimento do sistema de saúde e melhoria da assistência às crianças e mulheres grávidas levado a cabo no país.

  • 27/02/2020 15:53:56

    Hospital do Porto Amboim sem Raio X

    Porto Amboim - O Hospital Municipal do Porto Amboim, província do Cuanza Sul, tem dificuldades de adquirir, no mercado nacional, peças de reposição para recuperar os equipamentos de Raio X.

  • 21/02/2020 14:45:13

    Hospital regista cinco casos diários de abortos provocados

    Ndalatando - O Hospital Materno-Infantil da província do Cuanza Norte regista cinco casos de abortos provocados/dia, a maioria dos quais envolve mulheres dos 18 aos 30 anos de idade.