Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

19 Março de 2020 | 12h15 - Actualizado em 19 Março de 2020 | 12h15

COVID-19: Munícipes aplaudem encerramento temporário de fronteiras

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, aplaudiram nesta quinta-feira as medidas tomadas pelo Governo angolano sobre o encerramento temporário de fronteiras terrestres para se evitar a propagação do coronavírus (covid-19) em território nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dístico do COVID-19, novo Coronavírus

Foto: Divulgação

Em declarações à Angop, alguns munícipes afirmaram que, pela extensa fronteira (330 quilómetros) que província do Zaire partilha com a República Democrática Congo (RDC), a medida é bem-vinda pois vai ajudar na contenção de eventuais casos dessa pandemia para o país. 

Manuel José disse esperar que as entidades competentes colocadas em diversos postos fronteiriços da província possam cumprir cabalmente com o Decreto Presidencial que proíbe a entrada e saída de cidadãos nas fronteiras terrestres, a partir desta sexta-feira, 20.

 “É uma doença altamente letal. Não devemos minimizar as medidas de prevenção que estão a ser tomadas pelas autoridades competentes”, realçou.

 Para Isabel Maria, o momento é de redobrar as acções de prevenção enquanto a doença ainda não faz ”morada” em Angola, apelando, para isso, ao cumprimento escrupuloso das medidas de prevenção anunciadas pelas autoridades sanitárias do país.

 Segundo disse, a fronteira da província do Zaire com a RDC é extremamente vulnerável pelo que solicita a quem de direito a redobrar a vigilância para se evitar a circulação de pessoas de um lado para outro nos próximos quinze dias.

Os principais postos fronteiriços da província do Zaire com a RDC são: Luvo (Mbanza Kongo), Kimbumba (Soyo), Buela e Minga (Cuimba) e Nóqui.

Angola continua sem registo de casos positivos do novo Coronavírus, enquanto a RDC, Côte d'Ivoire, Camarões, Senegal, Togo, Egipto, Tunísia, Argélia, Marrocos, Gabão, Etiópia, Rwanda, Nigéria, Namíbia, Tanzânia, Gana já testaram positivo a nível de África.

República Centro Africana, Libéria, Benin, Eswatini, Quénia, Seisheles, Guiné Equatorial, Guiné Conacri, Mauritânia, África do Sul e Somália são os demais países africanos com cidadãos afectados por esta pandemia mundial, alguns com mortes confirmadas.

Assuntos Província » Zaire   Saúde  

Leia também
  • 19/03/2020 08:47:55

    COVID-19: Tômbwa conta com centro de quarentena

    Tômbwa - A administração municipal do Tômbwa, em parceria com sector da Saúde, criou um centro de quarentena por forma a testar, num período de 15 dias, cidadãos provenientes das zonas fronteiriças como a comuna do Yona, vizinha República da Namibia, com vista a prevenir a infecção do Coronavírus (Covid-19).

  • 19/03/2020 08:15:19

    Covid-19: Autoridades desmentem existência de caso positivo em Benguela

    Benguela - A Comissão Multissectorial provincial contra o Covid-19 desmentiu, na quarta-feira, a existência de um suposto caso positivo do coronavírus, alegadamente um cidadão de nacionalidade chinesa que se encontra internado no Hospital Geral de Benguela.

  • 19/03/2020 07:21:35

    Covid-19: Síntese nacional

    Luanda - Pelo menos 300 cidadãos provenientes na quarta-feira de Portugal, no voo da TAAG, Porto-Lisboa-Luanda, foram autorizados a cumprir o período de quarentena, de no mínimo 14 dias, em casa, com vista a prevenir o risco de eventual contágio do novo coronavírus (Covid-19).