Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

31 Março de 2020 | 17h19 - Actualizado em 31 Março de 2020 | 17h19

Covid-19: Tribunal da Caála condena religiosos por desobediência

Caála - O Tribunal da Comarca do município da Caála (Huambo) condenou, esta terça-feira, dois membros da Igreja Adventista do 7º Dia, na pena correccional de 22 dias, por desobediência ao Estado de Emergência, decretado pelo Presidente da República, João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dístico do COVID-19, novo Coronavírus

Foto: Divulgação

Julgados sumariamente, os co-arguidos foram encontrados em flagrante, a 28 deste mês, a celebrar culto num dos templos desta denominação religiosa na comuna do Cuima, 50 quilómetros a sul da cidade da Caála e 73 da capital da província do Huambo. 

Trata-se de Adriano Jamba e Constantino Venâncio, de 43 e 38 anos idade, respectivamente.

No acórdão, lido pela juíza de direito e presidente do Tribunal da Comarca da Caála, Filomena Zenga, ficou provado que os co-arguidos terão congregado, num templo, um total de 260 fiéis, contrariando, deste modo, o Decreto Presidencial nº 80/20, de 26 de Março, que declara o Estado de Emergência Nacional, no âmbito das medidas de prevenção a pandemia do Covid-19 (novo Coronavírus).

Provou-se que os fiéis, totalmente desprotegidos, vinham de quatro comunidades da comuna do Cuima, sendo 178 adultos e 82 crianças e adolescentes.  

Por este facto, os co-réus foram igualmente condenados pagar, cada um deles, 20 mil kwanzas de taxa de justiça e 15 mil de emolumentos para o defensor oficioso.

Na sequência, os co-arguidos foram conduzidos imediatamente ao estabelecimento prisional de transição, nos arredores da cidade da Caála.

Angola já registou sete casos positivos de Covid-19, dois dos quais resultaram em óbito. Segundo as autoridades sanitárias do país, o primeiro paciente infectado já está recuperado e deve ter alta nos próximos dias.

Assuntos Província » Huambo   Saúde  

Leia também
  • 31/03/2020 17:12:44

    COVID-19: Armazéns grossistas abrem apenas uma vez por semana

    Lubango - A comissão técnica provincial para a resposta à pandemia do Covid-19 na Huíla definiu hoje, na cidade do Lubango, que os armazéns grossistas devem funcionar apenas uma vez por semana, das 08 às 15 horas, por propiciar grande concentração de pessoas.

  • 31/03/2020 16:59:43

    Covid-19: Empresa de águas mobiliza 17 camiões cisterna

    Lubango - Dezassete camiões cisternas foram mobilizadas pela Empresa Provincial de Águas e Saneamento da província da Huíla para garantir o fornecimento de água aos centros de quarentena e similares, no âmbito do plano de contingência para prevenção da COVID-19.

  • 31/03/2020 16:49:50

    COVID- 19: Saúde intensifica prevenção

    Cuanhama - Técnicos da Saúde no município do Cuanhama, província do Cunene, redobram as medidas de prevenção do Coronavírus (Covid-19), a nível dos mercados paralelos de Ondjiva.