Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

02 Abril de 2020 | 21h09 - Actualizado em 02 Abril de 2020 | 21h15

COVID-19: "Ainda não há transmissão local em Angola" - Minsa

Luanda - Angola até agora não registou qualquer caso de transmissão local do novo Coronavírus (Covid-19), dentro do país, informou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Secretário de Estado para Área da Saúde Pública, Franco Mufinda.

Foto: Nelson Malamba

“A transmissão local do vírus é aquela disseminada no país por um indivíduo que vem de um outro Estado afectado, ao que chamamos de casos importados de infecção”, explicou.

Depois disso, o cidadão residente que se infectar por via da pessoa importadora prolifera o vírus para a família, amigos, vizinhos e outros, passando a infecção a chamar-se “circulação comunitária”.

Falando na habitual conferência de imprensa de actualização de dados sobre a pandemia, o secretário de Estado para a Saúde Pública descartou a existência no país da proliferação local.

Porém, admitiu a possibilidade dessa contaminação entre pessoas do mesmo bairro ou cidade vir acontecer, pelo facto de os dois primeiros falecidos, vítimas da doença, terem convivido com pessoas próximas.

“Não queremos que isso venha a acontecer, por isso devemos manter o distanciamento social, a lavagem das mãos constantemente, ficar em casa, entre outras medidas”, aconselhou.

O país continua com oito casos registados, entre os quais dois mortos, um recuperado e cinco em tratamento, numa altura em que se encontram em quarentena 1918 pessoas e se colheram 591 amostras.

Neste momento, 150 exames estão em processamento.

O secretário de Estado informou igualmente ter-se registado 26 denúncias de violação de quarentena domiciliar, bem como 559 pessoas que tiveram contactos com os infectados estão a ser assistidas.

Relativamente às chamadas registadas no Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), referiu-se a 240 telefonemas, 11 dos quais de alerta de casos suspeitas, seis descartados e cinco em investigação.

Assuntos Conferência   Saúde  

Leia também
  • 03/04/2020 09:02:16

    Covid-19-/Huíla: Governo licencia mais de 30 empresas

    Lubango - Trinta e seis empresas de diversos ramos de actividade estão licenciadas pelo Governo Provincial da Huíla para operar, sem restrições, na via pública durante o período de Estado de Emergência, por conta da pandemia da Covid-19, que afecta o mundo e o país em particular.

  • 03/04/2020 08:50:57

    Covid-19: Passageiros retidos deixam Lobito com "aval" do Governo

    Lobito - Dezanove cidadãos de um grupo de vinte e seis passageiros, a maioria comerciantes, que estavam retidos na província de Benguela, devido ao Estado de Emergência no país, já embarcaram no Lobito, com destino ao Huambo, depois de as autoridades terem dado luz verde.

  • 03/04/2020 08:40:03

    Covid-19: Mercado do Compão desactivado

    Lobito - O mercado informal do Compão, no município do Lobito, em Benguela, que movimentava mais de 500 feirantes, está, desde quarta-feira, a ser desactivado, com a demolição de bancadas e barracas de chapas.

  • 02/04/2020 23:57:33

    COVID-19: Pesqueiros com Plano de Contingência

    Luanda- O Ministério das Pescas e do Mar vai intensificar, como plano de contingência, as acções de sensibilizações e divulgação sobre os metódos de prevenção contra do novo coronavírus (Covid-19), nas comunidades piscatórias, incidindo sobre os tripulantes das embarcações e pescadores.