Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

20 Maio de 2020 | 19h09 - Actualizado em 20 Maio de 2020 | 19h09

COVID-19: Médicos cubanos já distribuídos no Cuando Cubango

Menongue - Oito médicos cubanos especialistas em medicina familiar, dos nove previstos, já estão a trabalhar nos municípios do Cuando Cubango, no âmbito da prevenção contra a covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A confirmação foi avançada hoje, quarta-feira, pelo director do Gabinete Provincial da Saúde, Mirco Macai, tendo explicado que falta o município de Nankova.

De acordo com o também porta-voz da comissão multissectorial de prevenção contra a covid-19 no Cuando Cubango, os restantes médicos (4) estão a trabalhar no Hospital-Geral e auxiliar o Gabinete Local da Saúde, na questão de formação dos profissionais do sector.

Actualmente são controlados, no Cuando Cubango, 25 cidadãos em quarentena institucional nos municípios de Menongue, Cuangar, Calai e Dirico, bem como 37 em quarentena domiciliar nos municípios já acima mencionados, incluindo o do Cuito Cuanavale.

Desobediência

Oitenta e sete cidadãos, com idades compreendidas entre 21 e 40 anos de idade, foram condenados pelo Tribunal do Cuando Cubango por violarem a cerca sanitária imposta no âmbito do Estado de Emergência, vigente no país.

A informação foi tornada pública hoje, quarta-feira, em Menongue, à imprensa, pelo juiz Presidente do Tribunal do Cuando Cubango, Jones Paulo, quando fazia o balanço desde a primeira prorrogação do Estado de Emergência até a data presente.

Referiu que os condenados viram as penas convertidas em multas.

Apontou como principais infracções cometidas, a aglomeração de pessoas, realização de actividades recreativas e de lazer e desacato às autoridades.

Segundo o magistrado, é importante desencorajar os demais, pois que este período aconselha a observação de medidas de prevenção, por formas a evitar o risco de contágio da pandemia covid-19.

Leia também