Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

06 Junho de 2020 | 18h40 - Actualizado em 06 Junho de 2020 | 18h39

Covid-19: Huambo reforça prontidão para atender eventuais casos

Ecunha - A província do Huambo aumentou, nos últimos dias, os níveis de prontidão para atender possíveis casos positivos de covid-19, de forma eficiente e oportuna, disse hoje, sábado, a governadora local, Lotti Nolika.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governadora da província do Huambo, Lotti Nolika

Foto: Aurélio Janeiro

Em declarações à imprensa, depois de visitar os locais de quarentena institucional e centros de tratamento, referiu que as condições básicas estão criadas para fazer face aos desafios epidemiológico desta pandemia, assim como de outras doenças.

Lotti Nolika destacou a restauração da unidade sanitária do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), na capital do planalto central, tal como os acabamentos do futuro Hospital Municipal do Ecunha, nesta altura, criado para o internamento de eventuais casos da covid-19, como sendo os principais ganhos desta época de pandemia.

No caso particular do futuro Hospital Municipal do Ecunha, com 74 camas e construídas desde 2012, num investimento de 516 milhões, 957 mil e 751 Kwanzas, disse estar a faltar apenas a conclusão do apetrechamento.

A governante salientou igualmente a criação de condições de biossegurança, com a recepção, na sexta-feira, de 20 toneladas de material médico, entre fatos e óculos protectores, máscaras cirúrgicas descartáveis, termómetros infra-vermelhos e outros.

Anda neste domínio, chegou a esta região, na manhã deste sábado, diversos bens para acudir os cidadãos com maior dificuldade em todos os municípios, numa iniciativa da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à covid-19.

Na província do Huambo, onde vivem dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios, foram criados três locais para a quarentena institucional: no Hotel IU, com 72 quartos, o Centro de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC), com 27 suites e uma outra área reservada no Hospital Central do Huambo.

De acordo com as autoridades, aqui encontram-se 60 cidadãos em quarentena, dos quais cinco institucional e 55 domiciliar, provenientes recentemente da província de Luanda, sob cerca sanitária, depois de alguns deles terem sido denunciados pela população e outros descobertos pelas autoridades.

Angola já registou 86 casos positivos, quatro dos quais resultaram em óbito, 21 recuperados e 61 doentes activos, todos eles identificados na capital do país (Luanda).

Assuntos Província » Huambo   Saúde  

Leia também
  • 06/06/2020 17:29:36

    Mais de 300 cidadãos beneficiam de assistência médica no Lucusse

    Lucusse - Trezentos e 60 habitantes da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram hoje, sábado, de assistência médica e medicamentos, numa iniciativa da Brigada Móvel de Saúde.

  • 06/06/2020 17:09:33

    Técnicos do PAV concluem formação sobre novas formas de vacinação

    Malanje - Vinte técnicos do Programa Alargado de Vacinação (PAV) terminaram hoje (sábado) um seminário sobre novas formas de vacinação de crianças menores de um ano, promovida pela Direcção Municipal da Saúde de Malanje.

  • 06/06/2020 15:06:32

    Centro de Rastreio humaniza serviços

    Luanda - O Centro de Rastreio e Tratamento da Covid-19, localizado no município de Viana, em Luanda, está adaptado para oferecer atendimento diferenciado e humanizado, afirmou, este sábado, o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol.