Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

07 Julho de 2020 | 21h41 - Actualizado em 08 Julho de 2020 | 17h54

Covid-19: Proibida transladação de cadáveres

Luanda - À luz das novas medidas de prevenção e combate à Covid-19, que entram em vigor na quinta-feira (dia 9), estará proibida a transladação de cadáveres de pessoas mortas por essa pandemia, de a para qualquer ponto de Angola, realizando-se o funeral no local do falecimento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida

Foto: Domingos Cardoso

Os mortos por outros motivos poderão ser transladados, mas apenas com dois acompanhantes, informou terça-feira, em Luanda, o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, durante o anúncio das novas medidas.

O governante esclareceu que, em funerais de falecidos por Covid-19, só poderão participar cinco membros da família, ao passo que nos de indivíduos "extra-Covid-19" (óbitos normais), apenas 10 entes queridos, e sempre no período diurno.

Adão de Almeida fez esse pronunciamento em conferência de imprensa sobre as cercas sanitárias de Luanda e do Cazengo (Cuanza Norte), a seguir a uma reunião, à tarde, entre o Presidente da República, João Lourenço, e a Comissão Interministerial para Prevenção e Combate à Pandemia.

Angola registou, nas últimas 24 horas, 33 novos casos positivos e dois óbitos por Covid-19, somando, presentemente, 386 infectados, 21 óbitos, 117 recuperados e 248 casos activos, segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Dos novos casos, 9 foram diagnosticados no município do Cazengo, província do Cuanza Norte, que, em consequência, vai observar cerca sanitára (tal como Luanda), a apartir de quinta-feira (dia 9).

Assuntos Mortes  

Leia também
  • 11/05/2020 20:45:08

    Covid-19: Mais um angolano morre em Lisboa

    Lisboa (Da correspondente ) - Um cidadão angolano, de 62 anos de idade, residente em Portugal, morreu nesta segunda-feira (11), na região da Grande Lisboa, vítima do novo coronavírus (covid-19).

  • 04/06/2019 12:42:16

    HIV/SIDA provoca 16 mortes em quatro meses no Uíge

    Uíge - Dezasseis pessoas morreram vítimas de Hiv/Sida no período de Janeiro a Abril do ano em curso, na província do Uíge, dos 371 novos casos da doença registados.

  • 04/12/2018 11:51:01

    Mortalidade infantil deve reduzir em 12 mortes até 2030

    Luanda - A mortalidade infantil em Angola deve reduzir até 12 mortes por mil nados vivos até 2030, de acordo com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).