Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

25 Setembro de 2020 | 13h05 - Actualizado em 25 Setembro de 2020 | 16h20

Covid-19: Governo do Cuando Cubango pede calma à população

Menongue - O governo do Cuando Cubango solicitou a máxima calma à população da província, depois do registo, nesta quinta-feira, do primeiro caso positivo e que resultou em morte, cuja proveniência é a província do Bié.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ilustração da COVID-19

Foto: Divulgação

Cuando Cubango: Vista parcial da cidade de Menongue

Foto: Tarcísio Vilela

Trata-se de um cidadão de 48 anos de idade, então oficial das Forças Armadas Angolanas (FAA), que trabalhou como técnico de saúde no Hospital Militar do Comando da 5ª Divisão de Infantaria.

A solicitação consta de um comunicado de imprensa do Governo local, a que ANGOP teve acesso hoje, sexta-feira, onde igualmente se pede a população a observar rigorosamente todas as medidas de prevenção à Covid-19, ditadas pelas autoridades sanitárias e todas as instruções constantes do Decreto Presidencial sobre a Situação de de Calamidade Pública.

O Governo do Cuando Cubango, através da Comissão Provincial Multissectorial de Combate à Covid-19, garante que continuará a trabalhar para redobrar o controlo nos pontos fronteiriços com as províncias e países vizinhos já afectados pela pandemia e reforçar a vigilância epidemiológica internamente.

A vítima trabalhava e residia em Menongue, tendo recentemente se deslocado ao Bié em visita familiar, de onde veio com algumas queixas que o obrigaram a procurar os serviços de saúde locais.

Foi submetido, segundo a nota, a uma série de exames médicos, incluindo o teste da Covid-19 e enviado de seguida para o Laboratório Regional de Virologia Molecular de Benguela.

O documento acrescenta que enquanto se aguardava pelo resultado do teste, o seu estado evoluiu negativamente, embora tivesse recebido todos os cuidados médicos que os protocolos de saúde impõem para situações do género.

Funeral

O porta-voz da Comissão Multissectorial de Combate à Covid-19 no Cuando Cubango, Mirco Macai, informou que o funeral do então oficial das Forças Armadas Angolanas (FAA), falecido de Covid-19, será realizado nas próximas horas, pela equipa especializada, cumprindo com todas as normas estabelecidas para o referido caso.

Mirco Macai aproveitou para explicar que a vítima, quando chegou do Bié, onde perdeu um parente, não foi ao serviço e manteve-se na sua residência.

Dias depois, começou a apresentar o quadro compatível com a Covid-19, no caso de tosse, febre e dificuldade respiratória, pelo que comunicou aos seus colegas que o levaram para a unidade sanitária, onde obteve o quadro compatível, depois de sete dias.

Na ida e regresso do Bié, o malogrado fez-se transportar sozinho numa viatura particular, que está a merecer uma vigilância para se aferir onde tenha passado, a nível de Menongue. 

A pesquisa dos contactos directos e indirectos do malogrado já foi efectuada pela comissão, tendo resultado em 20, entre familiares e outras pessoas próximas.  

A área de enfermaria militar, os técnicos que assistiram a vítima, a residencial oficial, sita no bairro Azul, arredores de Menongue, estão em cerca sanitária desde quinta-feira, cujos cidadãos em quarentena serão submetidos, nos próximos dias, a testes.

O porta-voz entende que doravante as deslocações para as províncias vizinhas do Cuando Cubango, e não só, constituem um grande risco para a saúde humana, tendo aconselhado a população a fazê-las quando for por obrigação maior, mas que o cumprimento das medidas preventivas individuais, no caso, devem ser rigorosamente observadas.

Leia também
  • 25/09/2020 19:18:12

    Administrador destaca papel do trabalhador da Saúde

    Sumbe - A bravura e a coragem demonstrada pelos trabalhadores da Saúde no atendimento da população, nesta fase da pandemia da Covid-19, foi enaltecida, nesta sexta-feira, pelo administrador para o sector Social e Comunidades do município do Sumbe, província do Cuanza Sul, Maurício Cawalon.

  • 25/09/2020 17:45:30

    Angola tributa profissionais da saúde

    Luanda - Angola celebra, esta sexta-feira, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde (25 de Setembro), num contexto de grandes e difíceis desafios, impostos pela Covid-19.

  • 25/09/2020 16:51:59

    Saúde necessita de mais de 24 mil profissionais

    Luanda - O país precisa de mais de 24 mil profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico, para responder à demanda, revelou, nesta sexta-feira, em Luanda, o director Nacional dos Recursos Humanos do MINSA, João Baptista.

  • 25/09/2020 14:50:13

    Serviços de saúde mais próximo das comunidades-diz ministra

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, disse hoje, sexta-feira, em Luanda, que desde o ano de 2019 se verifica o aumento do acesso à saúde, com a construção e apetrechamento de hospitais nos três níveis de prestação de serviços no país.