Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

25 Setembro de 2020 | 16h51 - Actualizado em 25 Setembro de 2020 | 17h39

Saúde necessita de mais de 24 mil profissionais

Luanda - O país precisa de mais de 24 mil profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico, para responder à demanda, revelou, nesta sexta-feira, em Luanda, o director Nacional dos Recursos Humanos do MINSA, João Baptista.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

angola necessita de mais profissionais de saúde

Foto: Alberto Juliao

Dados disponíveis indicam que, no concurso público de 2018 foram admitidos nove mil 120 profissionais e, em 2019, sete mil.  

O Sistema Nacional de Saúde Pública conta, actualmente, com aproximadamente, 100 mil especialistas.

Nos próximos dois anos, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), o sector vai contar com um reforço de 301 novas unidades sanitárias.

Falando à Angop à margem acto central do 25 de Setembro, Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, indicou Luanda, Huíla, Benguela e Huambo, por acolherem o maior número de população no país, como as províncias com mais necessidades em termos de infra-estruturas sanitárias.

Esclareceu que os critérios obedecem ao número da população da região, o perfil epidemiológico e doenças mais frequentes.

“A distribuição dos profissionais, de acordo com as recomendações da Orrganização Mundial da Saúde (OMS), é em função do número da população e das unidades de saúde existentes, incorporando o número de camas, o que faz com que se calcule o rácio entre os profissionais e pacientes”, disse.

O Sistema Nacional de Saúde (SNS) e a Rede Sanitária compreendem duas mil 644 unidades sanitárias, nomeadamente 15 hospitais nacionais, 25 hospitais provinciais, 45 hospitais gerais, 170 hospitais municipais, 442 centros de saúde, 67 centros materno-infantis, mil 880 postos de saúde e 37 outras infra-estruturas.

A 25 de Setembro de cada ano comemora-se em Angola o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, data institucionalizada em homenagem ao médico e nacionalista Américo Alberto de Barros e Assis Boavida.

Na manhã do dia 25 de Setembro de 1968, Américo Boavida morreu, vítima de um bombardeamento aéreo do exército português à “Base Hanói II” do MPLA, onde se encontrava.

O seu nome é hoje associado a um hospital, situado no Distrito Urbano do Rangel, em Luanda.

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 26/09/2020 21:28:31

    Catorze técnicos reforçam saúde no Quela

    Malanje- Catorze profissionais de saúde, entre médicos de medicina geral, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e terapêutica, reforçam o município do Quela.

  • 25/09/2020 19:18:12

    Administrador destaca papel do trabalhador da Saúde

    Sumbe - A bravura e a coragem demonstrada pelos trabalhadores da Saúde no atendimento da população, nesta fase da pandemia da Covid-19, foi enaltecida, nesta sexta-feira, pelo administrador para o sector Social e Comunidades do município do Sumbe, província do Cuanza Sul, Maurício Cawalon.

  • 25/09/2020 17:45:30

    Angola tributa profissionais da saúde

    Luanda - Angola celebra, esta sexta-feira, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde (25 de Setembro), num contexto de grandes e difíceis desafios, impostos pela Covid-19.