Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

17 Outubro de 2020 | 16h11 - Actualizado em 17 Outubro de 2020 | 15h59

Huíla: Parteiras tradicionais concluem formação na Matala

Matala - Pelo menos 237 parteiras tradicionais do município da Matala, província da Huíla, concluíram hoje o quarto curso da especialidade, com o objectivo de elevarem os seus níveis de conhecimento, para melhorarem a prestação de serviços e reduzir a mortalidade materno-infantil nas comunidades.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Parteiras Tradicionais

Foto: Francisco Miúdo (arquivo)

A formação, iniciada em Março, teve algumas interrupções por conta do período de Estado de Emergência e retomou em Julho. Inicialmente tinha a duração de três meses.

Falando no acto de encerramento, o secretário da Associação das Parteiras Tradicionais na Matala, José da Silva, enalteceu o apoio da administração municipal ao proporcionar a formação técnica profissional das parteiras, agora melhor dotadas de técnicas de assistência ao parto, tendo em conta ao contexto da covid-19.  

Precisou que a capacitação muniu as parteiras em acompanhamento e orientação das mulheres grávidas e persuadi-las a participarem nas consultas pré-natal, para que  os partos corram da melhor maneira.

Ressaltou  o papel das parteiras tradicionais no salvamento de vidas nas comunidades sem hospitais de especialidade, pois é preciso que cada uma tenha ferramentas e conhecimentos necessários para desenvolver esta actividade e evitarem-se riscos de mortes pré e pós-parto.

Após a formação, a parteiras receberam meios de trabalho, entre eles, bacias, tesouras e gases medicinais.

O município da Matala dista a 180 quilómetros a leste do Lubango e tem uma população estimada em mais de 315 mil habitantes.

Assuntos Província » Huíla   Saúde  

Leia também