Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Março de 2007 | 18h14

Moxico: Comuna do Sessa carece de quadros administrativos

Luena

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luena, 07/03 - A falta de quadros administrativos para preencher as vagas existentes nacomuna do Sessa, município dos Bundas (Moxico), preocupa asautoridades locais.

O administrador comunal, João Armando de Castro Cavuvi, que avançou o facto, disse queactualmente trabalham apenas quatro funcionários, o administrador e o seu adjunto, chefe da secretaria e um professor.

O professor, segundo ele, dá aulas a mais de 400 alunos da iniciação até 3ª classe, desde 2002,ano em que foi reposta a administração de estado na comuna que dista a cerca de 88 quilómetros a oeste da sede municipal dos Bundas (Lumbala-Nguimbo).

No presente ano lectivo, mais de dois mil alunos foram matriculados, mas nunca assistiram aulaspor falta de salas e professores. Para cobrir a rede escolar comunal são necessários 50 professores e 20 salas de aulas.

Quanto ao sector de saúde, o administrador fez saber que "não funciona por falta de técnicos epostos de saúde", o que obriga os doentes a curarem-se com folhas e raízes de certas plantas.

Os casos mais graves são transferidos ao Hospital Municipal dos Bundas, utilizando bicicletas e tipóias.

A malária, tuberculose, diarreia, infecções sexualmente transmissíveis, conjuntivite, sarna, sarampo, entre outras, são as doenças mais frequentes na referida comuna, disse João Cavuvi.

Os mais de quatro mil habitantes da comuna do Sessa, na sua maioria camponeses e caçadoresdebatem-se com a falta de instrumentos e sementes agrícolas.