Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Agosto de 2008 | 17h37 - Actualizado em 12 Agosto de 2008 | 17h37

Município da Tchicala-Tcholohanga apostado no desenvolvimento

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar



Huambo – O município da Tchikala-Tcholohanga, a 42 quilómetros a leste da cidade do Huambo, deu nos últimos seis anos passos significados no domínio de construção e reabilitação de infra-estruturas socio-económicas, no âmbito do esforço do Governo que visa melhorar a qualidade de vida das populações.

Esforços do Governo no município da Tchikala-Tcholoanga, ao longo dos seis anos de paz, consubstanciaram-se, principalmente, na reposição dos sistemas de abastecimento de água potável e de energia eléctrica da sede do município com o mesmo nome e nas sedes comunais de M'bave, Sambo e Samboto.

No domínio da saúde, o Governo, no seu programa de aumento e melhoramento da oferta dos serviços básicos às populações, construiu e reabilitou no período em referência, no município da Tchikala-Tcholoanga, 16 unidades sanitárias, sendo um hospital municipal com a capacidade de internar 32 doentes, três centros de saúde nas três comunas e 12 postos em várias localidades daquela região.

Estão ainda a ser erguidos neste momento naquele município 30 empreendimentos socio-económicos, entre escolas, unidades sanitárias, palácio da administração e residências para os técnicos da saúde e da educação.


Por outro lado, munícipes consideram que os esforços do Governo na reabilitação e construção de infra-estruturas socio-económicas estão a permitir melhorar o nível de vida dos seus 114.597 habitantes que antes eram obrigados a percorrer longas distâncias até à cidade do Huambo a procura desses serviços.

O cidadão José Sukumula mostrou-se satisfeito com os esforços do Governo ligados ao aumento de infra-estruturas sanitárias, escolares e a reabilitação dos sistemas de energia e água, que estão a contribuir na melhoria das condições de vida das populações daquela circunscrição.


Em declarações à Angop, o administrador municipal, José Manuel, revelou que estão em curso as obras de reabilitação do sistema de captação, tratamento e distribuição de água, que vai beneficiar um universo de 35.775 habitantes da vila, que ficou privada de água potável há mais de 20 anos.

“Esta semana inicia-se os primeiros ensaios de pressão para as residências e os 12 chafarizes construídos na sede e nos bairros periféricos da vila, numa acção do Governo que visa dar água potável nos centros urbanos e rurais, por forma a melhorar-se a qualidade de vida das populações”, afirmou.

José Manuel referiu-se ainda que foram reabilitados os sistemas de energia e águas nas três comunas que compõem o município, no quadro do Governo que visa garantir a satisfação das necessidades da população em melhorar a qualidade de vida das populações.

O administrador acrescentou que, na sua área de jurisdição, estão em curso oito obras de construção de uma escola com seis salas nas comunas do Sambo e Samboto, igual número na Ombala Kambuiu e na povoação das Boas Àguas, o comando municipal
da Polícia Nacional, residência dos técnicos e postos de saúde para melhorar a rede sanitária.

As instalações da administração local estão igualmente a beneficiar as obras de restauro, ao campo de futebol “11”, o palácio municipal, a residência do administrador do Samboto, acções que se juntam as mais de 30 obras em curso na sua área de jurisdição.

O administrador da Tchicala-Tcholonhanga considerou de positiva a reabilitação da estrada principal que liga a sede e a cidade do Huambo, bem como as secundárias e as respectivas pontes que estão a permitir a livre circulação de pessoas e bens no interior daquela circunscrição.

Segundo explicou, a melhoria da qualidade da assistência médica e medicamentosa às populações permitiu que, ao longo do primeiro semestre deste ano, fossem apenas registadas 30 mortes hospitalares, de um total de 47 mil casos de diversas doenças diagnosticadas pelos serviços de saúde pública na circunscrição.

José Manuel acrescentou que foi criada uma equipa móvel que assiste as populações que residem em área de difícil acesso, com medicamentos e sextas básicas às grávidas, por formas a se diminuir o índice de mortalidade materno infantil naquela circunscrição.

O município da Tchicala-Tcholonhanga possui cerca de 114.597 habitantes, distribuídos pelas comunas sede, Mbave, Sambo e Samboto. Maioritariamente dedicam-se ao cultivo de milho, feijão, batata-rena e doce, soja, trigo, hortícolas diversas e a criação de gado bovino, caprino e ovino.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também