Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Abril de 2010 | 15h24 - Actualizado em 06 Abril de 2010 | 17h04

Cidade do Soyo completa 36 anos

Zaire

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Soyo – A cidade do Soyo, província do Zaire, completou segunda-feira 36 anos desde que a 5 de Abril de 1974, foi elevada a essa categoria, através duma portaria do então Governo Geral de Angola, sob administração das autoridades portuguesas.

Soyo, nome natural reposto depois da independência nacional, tomou o baptismo colonial de “Santo António do Zaire (Sazaire)”, denominação atribuída em homenagem a Santo António de Lisboa, o primeiro a receber, em 1482, baptismos cristãos em África, a sul de Saara.

Localizada no extremo do litoral norte, na margem esquerda da foz do Rio Zaire, Soyo tem riquezas no seu solo e subsolo, caracterizado pelo petróleo, pesca, caça, agricultura, turismo, a juntar a história e cultura do território.

A propósito da efeméride, o administrador municipal do Soyo falou à Angop dos ganhos e perspectivas de desenvolvimento e crescimento da região, fruto dos esforços do dia-a-dia das autoridades e dos munícipes daquela cidade petrolífera.

Disse que a região teve um crescimento nos diversos sectores, nomeadamente na educação, saúde, energia e águas, comunicações,

desporto, comércio e turismo, indústria e cultura.

Os projectos da educação privilegiam todas as comunas, povoações e bairros do município onde, só este ano de 2010, foram construídas 40 salas de aula, das 100 previstas, para o impulso das infra-estruturas do ensino primário, secundário e médio.

De acordo com o responsável, cada localidade administrativa possui um centro ou posto médico para atender as diversas patologias, nomeadamente nas comunas sede, Manga Grande, Quelo, Pedra-de-Feitiço, Sumba e as respectivas povoações.

  

Nas áreas urbanas e suburbanas, os sistemas de distribuição de água potável funcionam, depois de construídas estações de tratamento e fontanários, mas o governo aposta em novos investimentos no sector, em relação à alguns défices que se mostram, em desproporção ao vertiginoso crescimento populacional.

Esta iniciativa será abrangente para o sector de energia que funciona na cidade com uma central de turbina a gás e unidades de geradores nas comunas e povoações.

Manuel António referiu-se ainda aos benefícios relativos às telecomunicações, sendo que o município do Soyo conta com os serviços da Angola Telecom e as operadoras Movicel e Unitel, que garantem as transmissões, para todo o mundo, de telefonia móvel, fixa e internet.

O município do Soyo tem uma população aproximada de 116 mil habitantes (censo de 2000).

Assuntos Província » Zaire  

Leia também
  • 05/11/2018 19:33:27

    Portadores de deficiência queixam-se da exclusão social

    Mbanza Kongo - O estigma e a discriminação no acesso aos serviços públicos foram os dois males denunciados nesta segunda-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, por pessoas portadoras de deficiência.

  • 05/11/2018 11:03:49

    Crimes contra pessoas lideram gráfico criminalístico

    Mbanza Kongo - Oito crimes contra as pessoas, consubstanciados em ofensas corporais por disparo com arma de fogo, homicídio qualificado e violação sexual de menor de doze anos lideraram o gráfico criminalístico do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, nos últimos sete dias.

  • 02/11/2018 13:15:59

    SIC desmantela grupos de marginais em dois municípios

    Mbanza Kongo - Dois grupos de marginais que se dedicavam a assaltos a residências e na via pública foram desmantelados, nos últimos sete dias, nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província do Zaire.

  • 31/10/2018 10:38:48

    Responsável da IEA apela ao resgate de valores morais e cívicos

    Soyo - A responsável da união feminina da Igreja Evangélica de Angola (IEA), no município do Soyo, província do Zaire, Antónia Amélia, instou nesta quarta-feira as mulheres de vários estratos sociais a trabalharem afincadamente para o resgate dos valores morais, éticos e cívicos no seio da sociedade angolana.