Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

03 Setembro de 2011 | 18h42 - Actualizado em 03 Setembro de 2011 | 18h51

Polícias e civis feridos no Largo 1º de Maio na sequência de uma manifestação

Desacato

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda – Três oficiais e um agente da Polícia Nacional, bem como três cidadãos civis foram feridos hoje (sábado), nas imediações do Largo Sagrada Família, em Luanda, por elementos ainda não identificados, na sequência de uma manifestação.

Num comunicado de imprensa, a Polícia Nacional informa que os ferimentos registaram-se quando efectivos da corporação tentavam persuadir alguns cidadãos a não abandonarem o espaço protegido para o referido acto (Largo 1º de Maio), a fim de evitar desordem pública.

"Contrariando as orientações da polícia, alguns indivíduos, de forma anárquica, forçaram o cordão de segurança policial, proferindo ofensas verbais contra pacatos cidadãos que circulavam nas redondezas e aos efectivos da Polícia Nacional, alegando que pretendiam dirigir-se ao palácio", explicou.

"O incumprimento da ordem da polícia gerou um clima de violência entre os transeuntes e os manifestantes, que culminou no arremesso de objectos contundentes, que estiveram na causa dos ferimentos", esclareceu a Polícia Nacional.

Os factos supra narrados, indicou, obrigaram a polícia a deter 24 cidadãos, para que os órgãos competentes façam justiça e, acrescenta, que a polícia nacional lamenta a ocorrência deste facto.

Por este motivo, a Polícia Nacional exorta os manifestantes a colaborarem com a corporação. Os feridos encontram-se em unidades hospitalares em tratamento médico.

A manifestação é da iniciativa de uma organização de cariz político, designada Movimento dos Jovens Estudantes Revolucionários.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.

  • 01/02/2019 23:36:45

    Deputados da UNITA sugerem aumento dos postos de identificação

    Luanda - Deputados do grupo parlamentar da Unita manifestaram-se preocupados, face as enchentes que se registam nos postos de Identificação Civil e Criminal no município de Viana, em Luanda, e sugerem o aumento de mais serviços para se atenuar a demanda.

  • 31/01/2019 13:37:17

    Maior parte dos incêndios é causado por negligência

    Luanda - Cinquenta e um incêndios dos 72 registados, em Luanda, durante o mês de Janeiro deste ano, foram provocados por negligência, menos cinco em relação ao mesmo período de 2018.

  • 31/01/2019 13:15:38

    PN detém oficial no Cazenga por suspeita de corrupção

    Luanda - A Polícia Nacional deteve, na última quarta-feira, 30, um sub-chefe pertencente à 12ª esquadra, no município do Cazenga, em Luanda, por alegado envolvimento em actos de corrupção.