Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Maio de 2012 | 12h54 - Actualizado em 12 Maio de 2012 | 12h54

Comemorações do dia internacional do enfermeiro marca semana finda

Resenha Social

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda  - A semana que hoje, sábado, finda foi encerrada com as comemorações do 12 de Maio, dia Internacional do Enfermeiro, instituído em homenagem a Florence Nightingale, um marco da enfermagem no mundo e que nasceu nesse dia, em 1820.

Em Angola, o acto central teve lugar na província de Malanje sob o lema "Da evidência à acção", para além de um leque de actividades realizadas nas unidades sanitárias do país para saudar a data.

Outra questão que marcou a semana foi o anuncio do ministro de Estado e da Coordenação Económica, Manuel Vicente, em que destacou os avanços significativos nos domínios da actividade governamental, como habitação, ensino e na reabilitação de várias infra-estruturas sociais.

O governante fez este pronunciamento quando fazia o balanço das actividades desenvolvidas pelo Executivo, que visou a apresentação do Memorando de Desempenho da Actividade, no primeiro trimestre de 2012.

Por outro lado, a participação de Angola na Expo Yeosu 2012, aberta pelo Chefe de Estado sul-coreano, Lee Myung-bak, também mereceu a atenção, em que o ministro das Relações Exteriores, Georges Chicoti, disse que a presença do país nas diversas exposições universais realizadas demonstra o nível de crescimento e maturidade do país, nas mais diferentes áreas.

O governante angolano, que falava à Angop, momentos depois de visitar o pavilhão de Angola sustentou que o país é relativamente novo na arena internacional e precisa de apresentar-se de várias formas.

O Fórum de Intercâmbio dos Jovens Cristãos promovido pelos Jovens Adultos da Igreja Metodista Unida, aberta com uma oração do reverendo Adilson de Almeida, em participaram mais de 100 cristãos também foi matéria noticiável nesta semana.

O encontro decorreu em dois dias sob o lema "Os jovens cristãos face aos desafios da Nação".

Nesta semana, a ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira, inaugurou , em Ndalatando, Kwanza Norte, um centro emissor de 10 kilowotts afecto à emissora provincial da Rádio Nacional de Angola (RNA), no âmbito das acções da expansão do sinal de rádio a várias localidades do país.

O novo centro emissor instalado no morro da Santa Isabel, com uma altitude de 1.014 metros, vai permitir expandir o sinal da emissora local num raio de 200 quilómetros.

Por outro lado, o Ministério da Família e Promoção da Mulher (Minfamu), a Embaixada da Noruega em Angola e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) assinaram em Luanda um protocolo que visa a promoção e acompanhamento dos esforços inerentes ao empoderamento das mulheres.

Trata-se do projecto denominado “Promoção da Mulher Angolana através das Organizações da Sociedade Civil (OCS)”, que consiste na capacitação das mulheres para exercer os seus direitos políticos, sociais e económicos.

Outra notícia da semana foi a inauguração em Luanda de uma empresa de direito angolano vocacionada para a exposição e produção de soluções multitecnológicas de energia solar.

A empresa é ainda especializada na distribuição, desenvolvimento, implementação e manutenção de sistemas energias renováveis, mais especificamente à energia solar.

Ao falar à imprensa, no acto da inauguração, o presidente do grupo, Agostinho Kapaia, frisou que um dos principais objectivos da criação da empresa é ajudar o Executivo no seu esforço de combate à pobreza e desenvolvimento do país.

A produção energética a partir de fontes renováveis são uma oportunidade de levar à população e instituições, públicas e privadas, uma alternativa viável, segura e limpa de energia eléctrica.