Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Março de 2013 | 07h00 - Actualizado em 09 Março de 2013 | 06h58

Abertura do ano lectivo no ensino superior marca semana

Resenha social

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - A sessão oficial de abertura do ano académico 2013 no ensino superior, cuja cerimónia aconteceu na cidade do Soyo, província do Zaire, sob orientação do vice-presidente da republica, Manuel Vicente, marcou a semana social que hoje termina.

Durante a cerimónia, Manuel Vicente anunciou que o programa de governação do Executivo para o quinquénio 2012-2017 prevê assegurar o ingresso de 200 mil novos estudantes no subsistema de ensino superior.

Na sua intervenção, disse que na senda do programa de governação, estão em fase de construção o Instituto Superior de Informação e Comunicação em Luanda, o Instituto Superior de Petróleos no Kwanza Sul, a Escola de Tecnologia Agro-Alimentar em Malanje e o Instituto Superior de Pescas no Namibe.

A margem da sessão de abertura, Manuel Vicente inaugurou as instalações provisórias da Escola Superior Politécnica do Zaire, da Faculdade 11 de Novembro, adstrito à região académica número III, que comporta as províncias de Cabinda e Uíge.

A instituição contempla 13 salas de aulas, quatro laboratórios, duas salas de informática, seis residências de tipo T3 para o corpo docente, duas residências colectivas com capacidade de albergar 80 alunos, áreas polivalentes, de lazer, refeitórios e auditório público.

Ainda no domínio educativo foi destaque, ao longo da semana, o anúncio da Universidade Agostinho Neto (UAN) do lançamento de um centro de pesquisa para cientistas do futuro na África subsariana.

Numa parceria com a Universidade de Newcastle (Reino Unido) e a ong Instituto Planet Earth (PEI), o novo Centro de Excelência em Ciência para a Sustentabilidade em África (CESSAF) abrirá as suas portas para investigadores estudantes em Setembro de 2013, cujo objectivo é o de treinar mais de 100 estudantes de doutoramento nos próximos 10 anos em áreas chaves como recursos naturais, poluição ambiental, agricultura sustentável, planeamento urbano e geociências.

Socialmente, a semana foi ainda marcada com a realização do Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, na província de Cabinda, durante a qual o ministro Pitra Neto manifestou a sua satisfação pela frequência de jovens aos centros de formação profissional.

Pitra Neto indicou que o sistema nacional de formação profissional registou a inscrição de 41.546 jovens, dos quais 38.716 foram matriculados, e concluíram a formação 31.376 indivíduos.

Avançou que a conclusão desta formação foi em 65 especialidades, num universo de 529 centros de formação profissional, dos quais 132 pertencentes ao Instituto Nacional de Formação Profissional, 29 tutelados por outros organismos públicos e 368 integrados no sector privado.

Ao longo da semana que hoje termina foi também destaque a informação segundo a qual a educação da primeira infância tem um papel primordial na sobrevivência, crescimento, desenvolvimento e potencial de aprendizagem da criança, sendo imprescindível que se garanta o acesso aos serviços que possibilitem o desenvolvimento pleno das suas potencialidades.

A informação vem expressa num documento divulgado durante o XX Conselho Consultivo Alargado Ordinário do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS), um acto que decorreu em Luanda, de cinco a seis de Março.

A instituição refere que a protecção dos direitos da criança, nomeadamente a sua educação integral e harmoniosa, acesso à saúde, condições de vida e ensino constituem absoluta prioridade da família, do Estado e da Sociedade, princípio estabelecido na Constituição da República de Angola como um compromisso nacional.

Descreve que o desenvolvimento integral da criança em Angola enquadra-se no âmbito dos 11 Compromissos assumidos entre o Governo, os parceiros sociais e agências das Nações Unidas para com a Criança.

A tomada de posse do novo Presidente do Conselho de Administração da Angop-E.P, Daniel Miguel George, destacou-se igualmente entre os assuntos abordados ao longo da semana no domínio social.

Na cerimónia orientada pelo ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos, foram também empossados José Chimuco, no cargo de administrador executivo para a Área de Informação, e Manuel Luzito André, administrador executivo para a Área Técnica, Expansão e Modernização da Angop, ambos nomeados a 11 de Janeiro último pelo Presidente da República.

Na presença do ministro da Economia, Abraão Gourgel, tomou igualmente posse Bidima Manteya Jorge, administrador executivo para a Área de Finanças da Televisão Pública de Angola (TPA).

Marcou igualmente a semana a mesa redonda sobre a situação da criança, numa promoção do Instituto Nacional da Criança (INAC).

No final do evento, os participantes recomendaram os pais e encarregados de educação para o fim dos castigos corporais nas crianças, tendo advertido que tais práticas constituem uma violação aos direitos da criança.

O director nacional da Acção Social do Ministério da Educação, Domingos Torres Júnior, destacou que actualmente no sistema de Ensino em Angola estão proibidas todas as acções que resultem em castigos corporais nos alunos.

Aos encarregados de educação foi ainda lançado o repto para que passem mais tempo com os seus educandos, como forma de garantir que os seus educandos possam ter uma educação regrada.

Segundo o chefe do Departamento de Protecção à Criança do Instituto Nacional da Criança (INAC), Paulo Kalesi, depois da escola, a televisão e as redes sociais têm sido os maiores transmissores de conteúdos para a educação dos menores, sejam bons ou maus.

No domínio da saúde, a semana foi marcada com a realização de uma acção de formação dirigida a médicos aeronáuticos angolanos, num total de 30, numa promoção de Transportadora Aérea Angolana (TAAG), no quadro das exigências das normas internacional de aviação civil.

A acção visou capacitar os médicos angolanos afectos à aviação civil e a algumas unidades de serviços clínicos, para realizarem inspecções médicas a detentores de licença aeronáutica e, consequentemente, facilitar a sua certificação pelo Instituto nacional de Aviação Civil (INAVIC).

O curso contou com a participação de funcionários da TAAG, do INAVIC e da Força Aérea, assim como com médicos que exercem a actividade em centros certificados onde os pilotos e outro pessoal navegante são, habitualmente, observados em inspecções de rotina, conforme recomendações da ICAO, EASA e FAA (organismos reguladores internacionais).

A participação da ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, na 57ª sessão do Comité das Nações Unidas sobre a Condição da Mulher, em Nova Iorque (EUA), foi outro assunto destacada na media ao longo da semana.

Durante a sua intervenção, Filomena Delgado destacou o empenho do Executivo Angolano no combate à violência no género em Angola por ser um dos factores da desestruturação familiar.

“O Executivo angolano tem vindo a envidar esforços para combater este fenómeno que compreende não só a dimensão do combate aos efeitos da violência contra as mulheres, mas também as dimensões da prevenção, atenção, protecção e garantia dos seus direitos”, disse a ministra, na reunião a decorrer até 15 de Março, sob o lema “Eliminação e Prevenção de Todas as Formas de Violência Contra as Mulheres e Crianças”.

Ambientalmente, a semana ficou marcada com o anúncio do Ministério do Ambiente de que pretende reactivar o Parque Nacional da Mupa.

Segundo um documento do ministério, no quadro da estratégia de Gestão das Áreas de Conservação, num total de nove Parques Nacionais, o Ministério do Ambiente e seus parceiros vão elaborar um estudo de viabilidade para reactivar o Parque da Mupa, pouco falado sobre a sua existência.

A Secretária do Estado para a Biodiversidade, Paula Francisco Canhoto, constatou recentemente, no Cunene, a actual situação do Parque, onde pode observar o estado da sua fauna e flora e a pressão exercida pela população contra a natureza.

Culturalmente a semana foi marcada com a solicitação do presidente do Conselho de Administração da Sociedade Angolana do Direito de Autor (Sadia), Lopito Feijó, sobre a necessidade do fomento das indústrias culturais como factor determinante para redução da pirataria em Angola.

O responsável fez estas declarações durante uma palestra sobre o tema “Direitos de autor“ na habitual maka a quarta-feira, realizada na União dos Escritores Angolanos. Segundo Lopito Feijó, o país necessita de mais indústrias discografias, produtoras e editoras para dar resposta as necessidades que o mercado cultural actual exige.

O responsável apontou a pirataria como um factor de destabilização cultural, daí a necessidade de haver cada vez mais indústrias do ramo, de forma a dar maior acessibilidade ao produto final.

O lançamento do mais recente livro da escritora Maria Eugenia Neto, intitulado “A formação de uma estrela”, destacou-se também entre os assuntos culturais de relevo ao longo da semana.

Numa promoção da União dos Escritores Angolanos (UEA), além do lançamento do livro, a escritora foi também homenageada por ser a única mulher membro fundador da UEA e por completar, no mesmo dia, mais um aniversário natalício.

Maria Eugénia Neto nasceu em Trás-os-Montes (Portugal) aos 8 de Março de 1934. Tem no mercado a obra "E na Floresta os Bichos Falaram" (prémio de honra na Comissão Cultural da ex-República Democrática Alemã, para a UNESCO, 1977-Leipzig). É vencedora do Prémio Nacional de Cultura e Artes, edição 2011, na categoria de literatura.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 08/02/2019 13:07:26

    Dois estrangeiros encontrados mortos na Huíla

    Luanda - Dois cidadãos, de nacionalidades portuguesa e moçambicana, desaparecidos desde o dia 20 de Janeiro, na província de Benguela, foram encontrados mortos, pela Polícia Nacional, no município da Matala, província da Huíla.

  • 08/02/2019 12:28:33

    Detido acusado de matar taxista no Cazenga com espeto metálico

    Luanda - O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, na quinta-feira, em Luanda, um homem acusado de ter morto, no último sábado, um taxista na zona do mercado dos Kwanzas, município do Cazenga, com golpes de espeto metálico de "pincho".

  • 07/02/2019 12:23:38

    Excesso de velocidade origina capotamento em Cacuaco

    Luanda - Uma viatura que exercia o serviço de táxi capotou hoje, quinta-feira, no distrito do Kicolo, município de Cacuaco, tendo causado sete feridos, um em estado grave.

  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.