Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

27 Junho de 2013 | 15h25 - Actualizado em 27 Junho de 2013 | 15h24

Administrador desencoraja consumo de drogas

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

  

Cachiungo – O administrador municipal em exercício do Cachiungo, Francisco Carlos Martins, desencorajou, quarta-feira, nesta vila, a 62 quilómetros a lesta da cidade do Huambo, a comercialização e consumo de drogas nas comunidades.

O responsável fez este pronunciamento durante o acto provincial alusivo ao Dia Mundial de Combate à Droga, marcado pela destruição de mais de seis toneladas de estupefaciente (vulgo liamba).

Francisco Carlos Martins disse que a droga, em particular a liamba cultivada com maior frequência na sua área de jurisdição, constitui uma substância ilícita que depois de consumida produz alterações emocionais que podem terminar em morte.

Apelou às autoridades tradicionais e religiosas a serem portadoras da mensagem sobre as consequências do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas que provocam muitos males não só para o organismo humano como também para própria sociedade, mormente o aumento da criminalidade e o fraco aproveitamento escolar dos jovens.

“Ao enveredarmos pela prática de produção desta substância ilícita automaticamente estaremos a criar condições desastrosas para juventude que constitui o estrato social que tem a tarefa de perpetuar a vitalidade do país”, frisou.

Nesta conformidade, o administrador municipal em exercício do Cachiungo afirmou que se a juventude enveredar por práticas inadequadas estará na presença de um declive social, razão pela qual tais actos devem ser desencorajados.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 12/11/2018 13:58:37

    Descargas eléctricas já causaram 16 mortes

    Huambo - Dezasseis pessoas morreram na província do Huambo por descargas eléctricas, desde Setembro, situação que está a deixar preocupado o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB).

  • 12/11/2018 13:29:34

    Água potável chega à população de Samalata

    Mungo - Um sistema de abastecimento de água potável foi inaugurado, no fim-de-semana, na aldeia Samalata, no município do Mungo, 194 quilómetros a norte da cidade do Huambo, em comemoração aos 43 anos da independência nacional.

  • 12/11/2018 08:58:44

    União feminina da CBA doa bens alimentares ao Lar de Idosos

    Huambo - A União Feminina Missionária da Convenção Baptista no Huambo doou, hoje, bens alimentares ao Lar de Idosos localizado no bairro Chivela, arredores desta cidade.

  • 11/11/2018 13:42:47

    Halo Trust conclui 15 projectos de desminagem financiados pelo Japão

    Huambo - Quinze projectos de clarificação de igual número de áreas minadas, financiados pelo governo do Japão, foram concluídos este ano, na província do Huambo, pela organização não-governamental The Halo Trust.