Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

15 Julho de 2013 | 14h55 - Actualizado em 15 Julho de 2013 | 14h55

Camabatela celebra 79 anos com crença em dias áureos

Kwanza Norte

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Camabatela - A vila de Camabatela, sede do município de Ambaca, província do Kwanza Norte, celebrou 79 anos, neste domingo, com a crença dos munícipes no bem-estar, a julgar pelo crescente surgimento, na circunscrição, de serviços que conferem maior qualidade de vida às suas populações.

A antiga povoação de Camabatela foi fundada em 1611 e elevada à categoria de vila a 14 de Julho de 1934.

Hoje, no domínio da saúde destaca-se o Hospital Regional de Camabatela, inaugurado em 2012, concebido para atender as províncias do Kwanza Norte, Uíge e Malanje, sendo que na educação a vila conta, entre outros estabelecimentos de ensino, com duas escolas do segundo ciclo, que baniram o êxodo de alunos para outras regiões, em procura de formação de nível médio.

A presença dos serviços de telefonia da Unitel e da Movicel, do centro repetidor do sinal da Televisão Pública de Angola (TPA), de uma estação radiofónica do Grupo RNA emitindo em FM e dos serviços da Angop realçam as actividades nos domínios das comunicações e da Comunicação Social, numa altura em que se aguarda pela inauguração dos serviços da Angola Telecom.

Com uma dependência do Banco Sol em construção, Camabatela conta já com os serviços dos bancos BPC E BIC, que permite às populações de Ambaca e de municípios vizinhos efectuarem poupanças com os depósitos bancários, potenciando as suas capacidades económicas e financeiras, entre outras vantagens.

Com diversos serviços hoteleiros em funcionamento, esta sede municipal é conhecida pela excepcional beleza da catedral local da Igreja Católica, cuja característica arquitectónica a tornou numa relíquia para o país e para África, sendo tida como o mais belo dos templos do Continente.

Em Camabatela está actualmente em execução, no âmbito do investimento público, um programa que visa o melhoramento do abastecimento de água aos moradores, numa altura em que a vila é servida, ininterruptamente, com o fornecimento de energia eléctrica a partir da Barragem de Capanda.

A mesma vila é também a sede do “Planalto de Camabatela”, um espaço territorial potencial no domínio da criação de gado, que abarca vários municípios das províncias do Kwanza Norte, Malanje e Uige.

O “Planalto de Camabatela” tem uma área estimada de mil, 217 hectares de terras para a agropecuária e conta com 15 mil cabeças de gado distribuídas por várias fazendas.

É nesta perspectiva que está presentemente em construção na vila um Matadouro Industrial que estará vocacionado para abater trezentas cabeças de gado/dia, entre bovinos e caprinos, num investimento de âmbito central avaliado em dois biliões e 400 milhões de Kwanzas, que inclui o apetrechamento em equipamentos.

A entrega desta obra às autoridades por parte do empreiteiro está prevista para Janeiro de 2014.

Para saudar os 79 anos da vila, foram realizadas diversas actividades desportivas, recreativas e musico-culturais, com destaque para o grande espectáculo que aconteceu no último fim-de-semana, no largo 4 de Fevereiro, abrilhantado por músicos conhecidos da praça angolana, nomeadamente Disbunda, Kota Kury, Camilo Júnior, entre outros.

O programa comemorativo teve abertura a 8 de Julho, com uma palestra subordinada ao tema: História de Camabatela e visão estratégica do executivo sobre o desenvolvimento do município de Ambaca.

Campanhas de limpeza e embelezamento, uma feira agropecuária e um ritual tradicional, excursões turísticas e missas pela prosperidade da circunscrição preencheram o programa comemorativo.

Camabatela é a localidade mais populosa do município de Ambaca, albergando cerca de 30 mil, dos 83 mil habitantes da municipalidade, cuja população é maioritariamente camponesa. A vila dista 180 quilómetros a nordeste de Ndalatando, capital da província do Kwanza Norte.

Leia também
  • 16/11/2018 06:01:00

    Polícia Nacional promove feira do motoqueiro

    Ndalatando - A unidade de Trânsito do Comando Provincial do Cuanza Norte da Polícia Nacional promove a partir de hoje, quinta-feira, em Ndalatando, uma feira do motoqueiro, em alusão ao dia mundial das "Vitimas nas Estradas", que se comemora no domingo (18).

  • 15/11/2018 03:51:09

    Acidentes de viação causam 74 mortes em 10 meses na província

    Ndalatando - Setenta e quatro pessoas morreram e 438 ficaram feridas, em consequência de 311 acidentes de viação registados de Janeiro a Outubro deste ano, no Cuanza Norte, informou quarta-feira, em Ndalatando, o chefe de Departamento de Segurança de Trânsito e Prevenção Rodoviária da Direcção Provincial de Viação e Trânsito, 1º subchefe Rui Soares.

  • 15/11/2018 03:40:09

    Nutricionista recomenda ensinar alimentação saudável desde criança

    Ndalatando - A nutricionista Maria Wilson Tati recomendou quarta- feira em Ndalatando, província do Cuanza Norte, a necessidade de ensinar a alimentação saudável desde criança às pessoas.

  • 15/11/2018 02:04:16

    Polícia Nacional em Ndalatando sensibiliza automobilistas

    Ndalatando - A unidade de Trânsito do Comando Provincial do Cuanza Norte da Polícia Nacional iniciou hoje, quarta-feira, em Ndalatando, uma campanha de sensibilização dirigida aos automobilistas sobre a importância da observância do código de estrada na redução da sinistralidade rodoviária.