Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

30 Agosto de 2013 | 17h51 - Actualizado em 30 Agosto de 2013 | 17h51

Administrador comunal do Gombe quer reabilitação das vias de acesso

Caxito - O administrador comunal do Gombe, Domingos Gomes, afirmou hoje (sexta-feira) que o desenvolvimento socioeconómico da região está de certo modo a depender da reabilitação das vias rodoviárias secundárias e terciárias que ligam a sede municipal de Nambuangongo (Muxaluando) e a cidade de Caxito, capital da província do Bengo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em entrevista à Angop, o responsável disse que as vias estão muito degradadas e a dificultar a circulação de pessoas e bens.

“A situação estará extremamente difícil na época de chuva, pois os automobilistas terão muitas dificuldades para poder chegar até a sede comunal e as aldeias mais recônditas da comuna”, enfatizou.

Frisou que a reabilitação destas vias contribuiriam igualmente para o incentivo ao desenvolvimento socioeconómico da circunscrição, sobretudo nos sectores da agricultura, comércio, hotelaria e turismo, cultura e desporto.

Segundo Domingos Gomes, para além da proclamação da Independência, a 11 de Novembro de 1975, e da paz efectiva que o país vive há onze anos, a reabilitação dessas estradas seria também como uma das maiores prendas ou ganhos da população local, salientando a sua importância para o crescimento e desenvolvimento da região.

Revelou que, no quadro do programa de combate à pobreza e à fome, foi projectado na comuna do Gombe a construção de uma escola do I ciclo, com seis salas de aula, postos de saúde, na sede comunal e na aldeia de Kicanga Samba, tendo em conta o seu aglomerado populacional.

Enalteceu ainda os esforços do Executivo no aumento dos serviços sociais básicos, na recuperação das infra-estruturas, inseridos no programa de combate à pobreza e à fome, que visa a melhoria das condições de vida das populações.

A comuna do Gombe (Nambuangongo), situada a cerca de 110 quilómetros a norte da cidade de Caxito, capital da província do Bengo, possui uma população estimada em oito mil e 300 habitantes, maioritariamente camponesa, que produz mandioca, banana, batata-doce, milho, feijão, amendoim, café, entre outros.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também
  • 14/11/2018 12:25:35

    Protecção Civil e Bombeiros regista redução de ocorrências

    Caxito - O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) na província do Bengo registou, de Janeiro a Outubro do corrente ano, 161 ocorrências, uma redução de 77 casos comparativamente ao período homólogo de 2017.

  • 14/11/2018 12:02:33

    Ancião engravida neta de 12 anos de idade

    Caxito - Um ancião, de 85 anos de idade, engravidou a sua neta, de 12 anos de idade, com quem vivia no bairro Cawango, em Caxito, província do Bengo.

  • 13/11/2018 17:14:27

    ENDE oferece bens diversos a estudante deficiente

    Caxito - Esperança José Capemba, deficiente paralítica, de 23 anos de idade, estudante da 13ª classe do Magistério Kimamuenho em Caxito beneficiou hoje, terça-feira, de uma doação composta por bens diversos da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) no Bengo.

  • 11/11/2018 10:39:49

    Feira do Trabalho encerra com sete mil candidaturas para vagas de emprego

    Caxito - A primeira edição da Feira de trabalho e profissões encerrou neste sábado, em Caxito, província do Bengo, com um registo de sete mil candidaturas para emprego, revelou o porta-voz do evento, Mauro Fortunato.