Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Janeiro de 2014 | 15h25 - Actualizado em 11 Janeiro de 2014 | 15h25

Administrador aponta como prioridade melhoria da rede de distribuição de água

Uíge - O administrador comunal de Lucunga, município do Bembe, Muanda Wacobe, apontou hoje, sábado, naquela circunscrição, a ampliação da rede de captação, tratamento e distribuição de água potável à população como prioridade no seu programa para o presente ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 Em declarações à Angop, no âmbito do balanço dos avanços que a comuna registou durante o ano transacto, o responsável disse que pelo menos cinco mil habitantes da sede da comuna consomem água potável através de um furo artesiano, mas, tendo em conta o aumento do número dos habitantes, o sistema não tem sido suficiente para atender a demanda.

 “O furo artesiano possui um tanque com capacidade para três mil litros, oito chafarizes e três lavanderias, mas mesmo assim muitos habitantes enfrentam dificuldades para conseguir a água”, explicou.

 Segundo o responsável, em colaboração com administração municipal, pretende-se construir ainda este ano um novo sistema a partir do rio Sanza, cinco quilômetros a norte da sede comunal, que terá um tanque com capacidade para 25 mil metros cúbicos, 12 chafarizes e cerca de seis lavanderias, com vista a melhorar o fornecimento de água aos habitantes.

 Muanda Wacobe lembrou que, no mesmo período, a comuna ganhou novas infraestruturas sociais, econômicas e produtivas, no âmbito dos programas de Investimentos Públicos, Combate à Fome e Pobreza e a Municipalização dos serviços de saúde.

 A comuna beneficiou de 16 escolas do ensino primário e do I ciclo e uma do II ciclo, todas construídas de raiz.

Em 2013 foram matriculados três mil 700 alunos da iniciação à 12ª classe e 158 professores asseguraram a formação dos alunos”, disse.

No mesmo âmbito, acrescentou, foram também construídos um centro de saúde na sede comunal, três postos médicos nas localidades circunvizinhas e residências para os funcionários.

A comuna conta também com 23 enfermeiros, número que considerou insuficiente para atender a demanda dos pacientes na região.

A administração municipal dentro do seu programa garantiu construir a partir do princípio do corrente ano, nesta comuna, cinco novos postos de saúde nas localidades de Nzadi, Wando Nsundi, Manguvo, Manzau e Quiluango, por isso, pretende-se reforçar os recursos humanos”, disse.

Muanda Wacobe referiu que, para além do aumento das unidades sanitárias, pretende-se também melhorar as estradas terciárias que ligam as localidades de Wando Nsundi, Nzadi, Quiluango, Quilonde e outras, com vista a facilitar a circulação de pessoas e bens.

 Lucunga é uma das duas comunas que compõe o município do Bembe, está localizada a 53 quilômetros da sede do município do Bembe e é composta por sete regedorias e 48 aldeias, com 16 mil 768 habitantes.

Leia também
  • 26/06/2018 18:32:26

    MATRE capacita quadros em sistema de informação básico municipal

    Uíge - Os assessores do governo da província, administradores e quadros municipais estão a ser capacitados desde hoje, terça-feira, nesta cidade, sobre Sistema de Informação Básico Municipal (SIBM), numa promoção do Fundo de Apoio Social (FAS), visando munir os participantes de ferramentas para corresponderem as exigências no quadro das reformas do Estado.

  • 24/05/2018 19:23:21

    Bié ganha Sistema de Informação Básica

    Cuito - Os municípios da província do Bié ganharam hoje, quinta-feira, Sistemas de Informação Básica (SIBM), através do Fundo de Apoio Social (FAS) e do Instituto de Formação da Administração Local (IFAL), com vista a facilitar o trabalho do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado.

  • 20/03/2018 14:40:20

    Presidente da ASSAT advoga mais acompanhamento às comunidades

    Sumbe - O presidente da Associação Angolana das Autoridades Tradicionais (ASSAT), Virgílio Mendes Jorge, advogou hoje (terça-feira), na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, um maior acompanhamento às comunidades.

  • 30/10/2017 15:38:03

    Angola: Governante quer redução das assimetrias regionais

    Luanda - Um município tem de ser o epicentro do desenvolvimento nacional, da igualdade e justiça social, da diminuição das assimetrias regionais e do combate à fome e à pobreza extrema, considerou hoje, segunda-feira, em Luanda, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida.