Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

03 Abril de 2014 | 15h08 - Actualizado em 03 Abril de 2014 | 15h08

Benguela: Regedor do Chongoroi realça ganhos da paz

Benguela - O regedor municipal do Chongoroi, Feliciano Cakweya, realçou hoje (quinta-feira), que os 12 anos de paz efectiva, trouxe maior desenvolvimento nos domínios económicos, sociais e políticos naquela circunscrição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Aquela autoridade tradicional disse que, no sector social, o município ganhou uma instituiçãodo  de ensino médio, com a institucionalização e a expansão da Escola de Formação Geral, que está permitir elevar o nível académico de muitos munícipes. 

Segundo o regedor, os ganhos da paz recaem ainda sobre o projeto água para todos que beneficiou mais de 150 aldeias do município.

Para o sector da Saúde, Feliciano Cakweya salientou que foi possível expandir a rede sanitária na sede do município sede e nas comunas de Camuine e Bolonguera, através da construção de postos médicos e ambulâncias, proporcionando melhores condições de atendimento as populações.

“Naquelas aldeias onde o número de habitantes é maior também temos postos médicos e escolas primárias, como é o caso do Lumbiri”, acentuou o regedor.

O município do Chongoroi, 150 quilómetros da cidade de Benguela, com uma superfície de seis mil e 151 quilómetros quadrados, tem uma população estimada em 122 mil e 868 habitantes, duas comunas (Bolonguera e Kamuine), que se dedicam principalmente à agro-pecuária.

A localidade foi fundada em 1914 e elevada a categoria de vila a 1 de Setembro de 1972. Até então pertenceu ao município de Quilengues, província da Huíla, mas dada a distância  que o separa da cidade de Benguela (150 quilómetros) e ser maior do que até ao Lubango (300 quilómetros), os dois governos provinciais concordaram em que passe a fazer parte de Benguela.
O Chongoroi é habitado pelas tribos Muchilengues Musso, Muhumbes, Munano e Muhanha que se fixaram na região por ser fértil para a agricultura e a caça.

Leia também
  • 01/11/2018 18:10:32

    Estudantes da ADPP Benguela visitam Porto do Lobito

    Lobito - Um grupo de 43 estudantes da Escola Polivalente e Profissional afecta à organização não-governamental angolana Ajuda para Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), em Benguela, visitou, nesta quinta-feira, o Porto Comercial do Lobito, a fim de conhecer a dimensão e importância da infra-estrutura.

  • 01/11/2018 11:12:43

    Menor de sete anos morre afogado em lagoa

    Benguela - Uma criança de sete anos de idade morreu afogada na tarde desta quarta-feira, no bairro do Casseque, arredores da cidade de Benguela, quando se encontrava a pescar numa lagoa, na companhia de amigos.

  • 30/10/2018 21:30:14

    Sociedade encoraja serviço público da ANGOP

    Benguela - O serviço público de informação prestado há 43 anos pela Agência Angola Press (ANGOP) foi destacado hoje, terça-feira, em Benguela, por responsáveis de distintos sectores da vida social e económica nesta região.

  • 30/10/2018 13:45:05

    Jornalistas em formação sobre análise macroeconómica

    Benguela - Vinte jornalistas de diversos órgãos de comunicação social da província de Benguela estão a participar de uma acção de formação sobre análise macroeconómica, promovida pelo Instituto de Formação de Finanças Públicas em parceria com o governo local.