Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Abril de 2014 | 09h09 - Actualizado em 20 Abril de 2014 | 09h09

Camanongue recruta mais de 400 inquiridores e técnicos para o censo

Camanongue - O município de Camanongue, na província de Moxico, recrutou 464 cidadãos, entre inquiridores, assistentes técnicos e supervisores, para trabalharem no Censo da população e habitação, a realizar-se de 16 a 31 de Maio próximo no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mascote do Censo 2014

Segundo o seu administrador municipal, Zaqueu Isaac, em declarações  à Angop, as pessoas recrutadas estão já sensibilizadas de como devem proceder no decorrer do processo censitário, "isto é, agindo com responsabilidade na recolha dos dados".

Zaqueu Isaac referiu que os assistentes técnicos de Camanongue estão munidos de conhecimentos sólidos e capazes que lhes permitirão fazer uma eficiente contagem das pessoas e habitações.

Por outro lado, o administrador municipal exortou os habitantes da região a participar activamente no processo censitário.

Falando durante um encontro que manteve com os directores de escolas, professores e população em geral, Zaqueu Isaac recordou que a realização deste evento permitirá ao executivo saber melhor planificar e resolver os problemas da população.

“O censo vai permitir uma melhor planificação dos investimentos públicos, em função dos dados resultantes do processo, daí a razão da população de Camanongue colaborar com os recenseadores neste importante acto”, argumentou o Administrador municipal.

Assegurou que o Executivo angolano está  a criar as condições necessárias para sua realização, bem como a mobilizar e educar a população para nele participar de forma ordeira e pacífica.

Em Angola o último censo geral da população e habitação realizou-se em 1970, ainda no tempo colonial, permitindo aos colonialistas portugueses saber o número daqueles que tinham que pagar o imposto geral mínimo em cada aldeia, bairro e povoação.

Assuntos Censo  

Leia também
  • 22/10/2018 18:56:19

    Censo aponta mais de 600 mil pessoas com deficiência no país

    Luanda - A prevalência da deficiência da população em Angola é de 2,5 porcento, o que corresponde seiscentas e cinquenta e seis mil, duzentas e cinquenta e oito pessoas com deficiência, segundo dados do censo populacional 2014 avançados hoje, segunda-feira, em Luanda.

  • 12/07/2017 12:24:26

    Huíla: População da província cresce 9,52 porcento após Censo2014

    Lubango - O número de habitantes na província da Huíla cresceu de dois milhões e 497 mil 422, para dois milhões 735 mil e 297 cidadãos, volvidos três anos após a realização do Censo da População e Habitação 2014, de acordo com projecções divulgadas hoje, no Lubango, pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

  • 04/07/2017 10:54:42

    Angola: Mais de um terço das adolescentes já iniciou a vida reprodutiva

    Luanda - Trinta e cinco porcento das mulheres de 15 a 19 anos de idade, correspondendo mais de um terço da população angolana, já iniciou sua vida reprodutiva segundo dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS) 2015/2016 lançado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

  • 08/06/2017 11:50:20

    Angola: Trinta e um porcento das famílias angolanas possuem mosquiteiro tratado

    Luanda - Trinta e um porcento dos agregados familiares em Angola possuem pelo menos um mosquiteiro tratado com insecticida de longa duração de acordo com dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS) 2015/2016 lançado pelo Instituto Nacional de Estatística.