Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

31 Maio de 2014 | 23h19 - Actualizado em 01 Junho de 2014 | 06h39

Moxico: Responsável da "ONG" apela solidariedade entre os membros da sociedade

Luena - O Presidente da Mesa de Assembleia Geral em exercício do Movimento de Apoio Solidário de Angola (Movangola), Alberto Jorge Antunes, apelou hoje, sábado, no Luena, as forças vivas da sociedade a cultivarem o espírito de solidariedade e caridade para com os mais vulneráveis.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando no acto de lançamento do projecto “Coração Solidário” de iniciativa da organização não – governamental (Movangola), o responsável insistiu que apoiar os mais carentes não é apenas uma tarefa do Estado, a sociedade civil também deve redobrar os esforços no sentido de ajudar os desfavorecidos.


Apelou igualmente, a sociedade civil a pautar por uma conduta cívica digna, de modo a criarem um bom ambiente na comunidade e evitar a prática de actos que lesam a moral e a integridade física, sobretudo, das pessoas carentes.  


Explicou que o projecto coração solidário visa promover não só a solidariedade e o amor, como também o resgate dos valores morais e cívicos perdidos durante o conflito armado que assolou o país.


Sendo a solidariedade um acto de reconhecimento do sofrimento do próximo, exortou as pessoas de boa-fé, a optarem por este caminho, para contribuir na redução da fome e pobreza nas comunidades.


Exemplificou é com esta intenção que foi criado o projecto “Coração Solidário”, para exteriorizar o abraço, carinho, amor ao próximo, amizade e uma ligação íntima e saudável entre as pessoas de bem nas sociedades vindouras, cujo gesto é bom para quem o prática e para o beneficiário.


Com objectivo de apoiar os programas do executivo que visam melhorar o nível da vida da população, principalmente dos mais necessitados, o projecto ora lançado no Luena, nesta primeira fase vai abranger as províncias do Moxico, Bié e Cabinda.


A sua acção está centralizada em instituições como hospitais, escolas, cadeias, lares de terceira idade e centros de acolhimento de crianças abandonadas.


Assistiram ao acto de lançamento, membros do governo local, magistrados judiciários e do Ministério Público, efectivos da polícia Nacional e das Forças Armadas Angolanas (FAA), autoridades tradicionais, líderes religiosas, estudantes entre outros convidados.

Leia também
  • 06/02/2019 11:16:38

    Acidentes de viação causam 92 mortes em 12 meses no Cuanza Norte

    Ndalatando - Noventa e duas pessoas morreram e 523 ficaram feridas em consequência de 383 acidentes de viação registados entre Janeiro a Dezembro de 2018 no Cuanza Norte, informou o Comando Provincial da Polícia Nacional.

  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.