Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

24 Julho de 2014 | 15h43 - Actualizado em 24 Julho de 2014 | 15h39

Zaire: Petrolífera disponibiliza USD 60 mil para formação profissional

Soyo - Sessenta mil dólares norte-americanos convertidos em meios informáticos e técnicos foram disponibilizados hoje (quinta-feira) pela petrolífera americana General Electric (GE) para apoiar os 400 estudantes matriculados no centro integrado de emprego e formação profissional do Kitambi, município do Soyo, província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Na ocasião, a petrolífera GE, em parceria com a ONG Africare, entregaram o primeiro lote do donativo, composto por 11 computadores, equipamentos de soldadura e manuais para sustentar os cursos  de mecânica industrial, electricidade, informática, soldadura e pintura, ministrados no referido centro de formação.

Em declarações à Angop, a directora dos recursos humanos da (GE), Nitika Rosa, disse que os 60 mil dólares estão a ser aplicados por fases, de acordo com o plano de necessidades do centro.

"A GE continua a crescer e a investir em Angola, mas para além da vertente industrial e comercial assumimos também o compromisso de criar oportunidades para a mão-de-obra qualificada a nível local, apostando na formação profissional dos jovens", asseverou.

Informou que a General Electric, empresa petrolífera vocacionada para a assistência ao sector eléctrico, transportes e outros serviços, esta a construir no Soyo, uma unidade industrial que vai absorver parte dos formandos dos cursos de mecânica industrial, electricidade e informática.

Por sua vez, o director do centro integrado de emprego e formação profissional do Soyo, Ferreira José, disse que o apoio das duas instituições (GE e Africare) vai contribuir para a formação dos jovens ali matriculados.

"É um gesto louvável que veio colmatar algumas dificuldades que tinhamos aqui no centro de formação profissional", frisou, tendo apelado às demais organizações, empresas públicas e privadas a desenvolverem acções sociais em prol das populações.

Aberto em 2008, o centro integrado de emprego e formação profissional do Soyo adstrito ao Ministério de Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), já colocou no mercado de trabalho mais de dois mil jovens.

Assuntos Província » Zaire  

Leia também
  • 05/11/2018 19:33:27

    Portadores de deficiência queixam-se da exclusão social

    Mbanza Kongo - O estigma e a discriminação no acesso aos serviços públicos foram os dois males denunciados nesta segunda-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, por pessoas portadoras de deficiência.

  • 05/11/2018 11:03:49

    Crimes contra pessoas lideram gráfico criminalístico

    Mbanza Kongo - Oito crimes contra as pessoas, consubstanciados em ofensas corporais por disparo com arma de fogo, homicídio qualificado e violação sexual de menor de doze anos lideraram o gráfico criminalístico do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, nos últimos sete dias.

  • 02/11/2018 13:15:59

    SIC desmantela grupos de marginais em dois municípios

    Mbanza Kongo - Dois grupos de marginais que se dedicavam a assaltos a residências e na via pública foram desmantelados, nos últimos sete dias, nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província do Zaire.

  • 31/10/2018 10:38:48

    Responsável da IEA apela ao resgate de valores morais e cívicos

    Soyo - A responsável da união feminina da Igreja Evangélica de Angola (IEA), no município do Soyo, província do Zaire, Antónia Amélia, instou nesta quarta-feira as mulheres de vários estratos sociais a trabalharem afincadamente para o resgate dos valores morais, éticos e cívicos no seio da sociedade angolana.