Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

25 Março de 2015 | 21h13 - Actualizado em 25 Março de 2015 | 21h13

Arquitecto defende plano director para requalificação do Kilamba Kiaxi

Luanda - O Distrito do Kilamba Kiaxi, em Luanda, carece de um plano director para a requalificação e urbanização de alguns bairros, sobretudo, o Havemos de Voltar e parte do Neves Bendinha, na área do Ana Ngola e Mbanga Wé, considerou, hoje, quarta-feira, o arquitecto Luís Manuel Lopes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop sobre as condições urbanísticas do distrito, disse que um plano director vai dar solução há muitos problemas de saneamento, energia e água.

 De acordo com o arquitecto e responsável da Repartição de Ordenamento do Território, Urbanismo e Ambiente (Rotua ), no Kilamba Kiaxi, um plano director vai permitir que haja hospitais e escolas para toda a população da zona e que os serviços de policiamento abranjam todas as  áreas.

Esclareceu que o plano director, que define onde devem ser erguidas as áreas de serviços, escolas, hospitais e  outras infra-estruturas indispensáveis para uma comunidade, depois de aprovado tem força de lei.

Quanto as actuais condições urbanísticas do distrito, precisou que existem zonas bem estruturadas como o Neves Bendinha, na parte central, mas os arredores estão desestruturados.

“Se em alguns sítios temos estruturação de ruas e quarteirões bem definidos, por outro lado não existe isto. Temos alguns bairros  como o Havemos de Voltar,  Ana Ngola, e Mbanga Wé, um pouco desestruturados e onde o assentamento populacional é muito denso”, notou.

Disse que nestes bairros verifica-se muitos becos e  ruelas sem condições de penetração de serviços de recolha de lixo e da Polícia, por exemplo.

Luis Manuel Lopes informou que esta base dentro do urbanismo é igual no bairro Golfe 1.

Garante que a Rotua tem trabalhado para alterar a situação no âmbito da procura dos munícipes, condiciona-os a cumprir algumas regras técnicas que muitas vezes são contrariadas.

 A Rotua realiza operações urbanísticas de legalização de terrenos, licenciamento de obras, licenças de construção, de vedação, de demolição, melhoramento e beneficiação de obras.

O sector, segundo o responsável, tem muitas dificuldades em termos de condições de trabalho que são deficitárias, frisando haver carência de material de escritório e meios informáticos, assim como problemas de  mapeamento do  distrito.

Leia também
  • 08/02/2019 13:07:26

    Dois estrangeiros encontrados mortos na Huíla

    Luanda - Dois cidadãos, de nacionalidades portuguesa e moçambicana, desaparecidos desde o dia 20 de Janeiro, na província de Benguela, foram encontrados mortos, pela Polícia Nacional, no município da Matala, província da Huíla.

  • 08/02/2019 12:28:33

    Detido acusado de matar taxista no Cazenga com espeto metálico

    Luanda - O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, na quinta-feira, em Luanda, um homem acusado de ter morto, no último sábado, um taxista na zona do mercado dos Kwanzas, município do Cazenga, com golpes de espeto metálico de "pincho".

  • 07/02/2019 12:23:38

    Excesso de velocidade origina capotamento em Cacuaco

    Luanda - Uma viatura que exercia o serviço de táxi capotou hoje, quinta-feira, no distrito do Kicolo, município de Cacuaco, tendo causado sete feridos, um em estado grave.

  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.