Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

08 Outubro de 2015 | 12h16 - Actualizado em 08 Outubro de 2015 | 12h15

Assinala-se sexta-feira o Dia Mundial dos Correios

Luanda - Comemora-se sexta-feira, 9 de Outubro, o Dia Mundial dos Correios, data em que foi fundada a União Postal Universal (UPU), entidade que congrega correios de 191 países, e da assinatura do Tratado de Berna, em 1874.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Edifício dos Correios de Angola (arquivo)

Foto: Angop

Criada em Berna, Suíça, a UPU tem como missão integrar mundialmente os serviços postais e facilitar a comunicação entre os países associados, sem interferir nas políticas de cada Estado-membro.

A data é actualmente comemorada por vários países do Mundo porque os correios continuam a ter um papel muito importante na história das comunicações.

Os pioneiros da comunicação postal foram os chineses, mas os primeiros despachos por via aérea talvez tenham sido feitos pelos cretenses e fenícios, usando pombos e andorinhas.

O receio de que a correspondência fosse violada levou as pessoas a procurarem métodos secretos de comunicação.

Conta-se que, na Pérsia, um senhor rapou o cabelo do seu escravo, escreveu a mensagem sobre o couro cabeludo, esperou que o cabelo crescesse e despachou-o para o destinatário. Este só precisou de uma tesoura para ter acesso ao texto secreto.

Antigamente não era fácil ser “carteiro”, porque mesmo as maiores distâncias eram percorridas a pé e havia muitos salteadores. Por isso, só as pessoas importantes, como os reis, tinham mensageiros ao seu serviço.

Em Angola, o serviço de c correios é centenário, com um longo historial e presença marcante junto das populações e instituições que tem servido.

Com a separação num passado recente das actividades de correios e de telecomunicações, foi criada em 1980 a Empresa Nacional de Correios e Telégrafos de Angola, E. P. (Correios de Angola), sob tutela do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação e da Direcção Nacional dos Correios.

Os novos desafios determinam uma nova missão para os Correios de Angola, assente na modernização e mudança organizacional, visando a melhoria de fiabilidade, segurança e rapidez dos seus serviços.

Sobre o uso de Internet (e-mail) nas estações de correios, o serviço já está a ser em algumas estações e espera que a adesão seja maior nos próximos tempos, porquanto trabalha-se na conclusão do processo de modernização”.

Assuntos Efeméride  

Leia também
  • 04/02/2019 00:02:54

    Hoje celebra-se o 58º aniversário do Início da Luta Armada

    Luanda - Os angolanos celebram hoje o 58º aniversário do início da Luta Armada de Libertação Nacional, na esperança que incentive as novas gerações nos processos de consolidação da paz, reconciliação nacional e reconstrução do país, bem como fortaleça em cada angolano o sentimento patriótico.

  • 24/01/2019 17:24:15

    Luanda com 443 anos busca harmonia urbanística

    Luanda - A cidade de Luanda comemora, nesta sexta-feira (25 de Janeiro), o 443.º aniversário da sua fundação, numa altura em que a província de que é capital tem o governador mais novo da sua história (38 anos de idade) e enfrenta antigos problemas de saneamento, trânsito automóvel desordenado e expansão habitacional paradoxal.

  • 16/01/2019 00:46:26

    Memória popular guarda abnegação dos antigos combatentes - Pinda Simão

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, afirmou terça-feira que "a memória popular guardará para sempre a abnegação e a coragem dos que suportaram as piores privações e venceram o jugo colonial".

  • 11/11/2018 12:56:26

    GPL perspectiva tornar Luanda numa cidade de referência no continente

    Luanda - O Governo Provincial de Luanda (GPL) perspectiva tornar a capital angolana em uma cidade de referência a nível de África, a pretensão foi manifestada hoje (domingo), pelo governador em exercício, Júlio Bessa.