Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Novembro de 2016 | 18h45 - Actualizado em 16 Novembro de 2016 | 18h45

Moxico: Chuva desaloja mais de 100 pessoas no Léua e arredores do Luena

Luena - Cento e 46 pessoas ficaram desabrigadas em consequências das ultimas chuvas que se abateram no município sede (Moxico) e no Léua, com a destruição parcial de 25 casas de construção precária.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo a nota dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) do Moxico, entregue hoje, quarta-feira, à Angop, no Luena, em comparação ao igual período houve um aumento de 86 casas destruídas.

Esclarece que desta vez, as enxurradas deixaram 10 residências sem tectos, quatro desabadas e ferido ligeiro de uma pessoa residente no bairro 04 de Fevereiro, arredores da cidade do Luena.

Enquanto isso, no Léua, os sinistros ocorreram nas localidades do Santo António e Sinai, onde 11 casas, duas igrejas, um posto policial e um outro posto de segurança privada ficaram sem tecto.

As vítimas das chuvas do município do Léua serão atendidas com chapas de zinco e outros materiais necessários, após a apresentação do relatório sobre a ocorrência, à Comissão Provincial de Protecção Civil de Calamidades Naturais, refere a nota.

No período em análise, acrescenta, a corporação registou um caso de incêndio no bairro Terra Nova, arredores da vila do Lumbala Nguimbo, município dos Bundas, causado por fogo posto, resultando danos materiais avaliados em 180 mil kwanzas.

Aponta que foram também efectuados 16 reinspecções, seis assistências a aeronaves que aterraram no aeroporto do Luena “Comandante Dangereux”, três revisões de medidas e igual número de neutralização de derrame de combustível e inspecção.

Cinco sessões de sensibilizações sobre o respeito dos sinais de perigo colocados nos rios Lumege Pinto, Lumege Canhengue, Luena, Dala Sul e Muchimoji, foram igualmente dirigidos aos banhistas que fazem destes locais suas zonas de lazer e descanso, indica o informa a concluir.

Leia também
  • 09/02/2019 20:42:53

    Ruas dos bairros da Juventude e Sassonde estão a ser asfaltadas

    Huambo - As principais ruas dos bairros da Juventude e do Sassonde, arredores da cidade do Huambo, estão a ser asfaltadas desde finais de 2018, no âmbito da recuperação das vias secundárias e terciárias, com objectivo de tornar a circulação rodoviária mais fluida.

  • 09/02/2019 16:38:16

    Bermas das valas de macro drenagem terão contentores de lixo

    Luanda - As bermas das valas de macro drenagem, em Luanda, contarão em breve, com contentores para o depósito de resíduos sólidos, de formas a que os moradores circunvizinhos evitem assoreá-las.

  • 09/02/2019 09:20:28

    MAPTSS quer expansão do SIAC

    Ndalatando - Os participantes ao Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) defenderam sexta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, a expansão da rede de Serviços Integrados de Atendimento ao Cidadão (SIAC) às localidades cujo nível de desenvolvimento económico, social e demográfico se justifiquem.

  • 09/02/2019 06:34:24

    Detido falso funcionário da TPA em Malanje

    Malanje - Um cidadão de 29 anos de idade foi detido na sexta-feira, em Malanje, pelo SIC (Serviço de Investigação Criminal) ao extorquir dinheiro fazendo-se passar por trabalhador do Gabinete Jurídico da Televisão Pública de Angola (TPA).