Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

21 Maio de 2016 | 21h30 - Actualizado em 21 Maio de 2016 | 22h14

Huambo: Worshop sobre inovação do sistema agrário constitui destaque da semana

Huambo - A realização, na província do Huambo, do workshop nacional de lançamento e planeamento do projecto de desenvolvimento de competências para inovação dos sistemas agrários constitui o destaque do noticiário local, durante a semana que hoje (sábado) termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Campo agrícola

Foto: Angop

O evento foi organizado pelo Ministério da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Falando no certame, o secretário de Estado da Agricultura, Amaro Tati, disse que o desenvolvimento do sector agro-pecuário no país exige mais aposta na investigação e na pesquisa, para permitir a identificação de eventuais constrangimentos, através da participação dos agricultores, empresários e das comunidades no aumento da segurança alimentar e redução da pobreza.

Por seu turno, o representante da FAO no país, Mamoudou Diallo, prometeu que o programa nacional de desenvolvimento agrário vai continuar a beneficiar do apoio do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), para que o mesmo possa alcançar, a curto, médio e longo prazos, bons resultados.

Disse que o apoio vai consistir, essencialmente, no acompanhamento do programa e organização dos sistemas de investigação, para o reforço das competências de desenvolvimento, visando o alcance dos objectivos estratégicos do sector agrário em Angola.

Fez igualmente manchete, a inauguração de uma dependência do Banco Internacional de Crédito (BIC) na comuna da Cuíma, munícipio da Caála, a 78 quilómetros a sul da cidade do Huambo.

Coube ao inspector-chefe da direcção do comércio, hotelaria e turismo na provìncia do Huambo, Dinis Muenho, o corte da fita do empreendimento, construído em seis meses e que custou 55 milhões de kwanzas.

O balcão servirá igualmente os habitantes da vizinha comuna da Catata e do municipio do Chipindo, na província da Huíla.

Na ocasião, Dinis Muenho enalteceu a iniciativa do conselho de administraçã do BIC, afirmando que o balcão vai promover o desenvolvimento social e económico das localidades.

Ainda nesta semana, 53 médicos formados na Faculdade de Medicina da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES) receberam as respectivas declarações profissionais, pela Ordem dos Médicos de Angola.

Na ocasião, o reitor da UJES, Cristóvão Simões, disse tratar-se do segundo grupo de médicos formados na Faculdade de Medicina, reaberta em 2009, cuja missão é prestar assistência médica e medicamentosa de qualidade à população.

Aconselhou aos novos médicos a prática do auto-estudo, visando a sua qualificação e diferenciação, a fim de se adaptarem rapidamente às constantes evoluções e mudanças que são típicas das sociedades actuais.

A elevação da Ombala Grande do Huambo, localizada em Missassa, a local de Sítio Histórico-Cultural, no quadro do Dia Internacional dos Museus, foi outro assunto que mereceu destaque.

“Ombala Grande do Huambo” foi palco de um dos mais marcantes confrontos entre os soberanos africanos e autoridades coloniais portuguesas, em 1902, tornando-se num importante símbolo da resistência da população do planalto ao colonialismo.

Na sua intervenção, o secretário do governo provincial do Huambo, Salomão Himulova, que presidiu o acto, destacou os hábitos e costumes da tradição do povo Umbundu, cujo testemunho deve ser passado a nova geração, quer seja oral, quer seja material e escrita.

Frisou que a classificação como Sitio Historico-Cultural, da “Ombala Grande do Huambo”, honra os antepassados, além de forjar o espírito de patriotismo na juventude.

Por seu turno, o soberano rei do Huambo, Armando Chimuco “Tchongolola”, enalteceu a iniciativa do Ministério da Cultura em elevar a “Ombala Grande do Huambo” a local de Sítio Historico-Cultural.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também